468x60
Início INTERIOR Projeto de educação tecnológica busca combater risco social e isolamento no Amazonas
Projeto de educação tecnológica busca combater risco social e isolamento no Amazonas

Projeto de educação tecnológica busca combater risco social e isolamento no Amazonas

25
0

 O sinal de internet sem fio será transmitido da sede da escola de Juruá para as salas de aula online instaladas em 8 subpolos (sedes dos municípios ou sede das comunidades indígenas), que compreendem São Paulo de Olivença, Fonte Boa, Carauari, Tefé, Caiçara, Maraã, Coari e Eirunepé.

Leia também: Eirunepé terá posto de atendimento do CREA-AM

 

O ‘Amazonas sem Fronteiras’ foi inspirado na Índia, que se tornou um grande polo mundial como indústria de software e serviços de TI (Tecnologia da Informação) com atuação no mercado global. No Estado, a intenção é transformar a realidade de comunidades no interior e de jovens em vulnerabilidade social ou com algum tipo de deficiência, que tenham terminado o nível fundamental de ensino e ou estejam cursando o ensino médio. A iniciativa também tem a finalidade de promover conectividade e desenvolvimento sustentável na Amazônia.

Leia também: Prefeitura de Eirunepé e Governo do Amazonas entregam a primeira remessa de Óculos em 2018

 

O projeto é da Sister Special, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que nasceu no Amazonas e atua em parceria com outras organizações similares em todo País na formação e capacitação de adolescentes vulneráveis socialmente e pessoas com deficiência, com o objetivo de levar educação tecnológica para regiões carentes.

A Siste Special apurou que 790 mil pessoas têm algum tipo de deficiência no Amazonas e mais de 1 milhão enfrentam dificuldades para ter acesso à educação, cursos técnicos e formação tecnológica. “A proposta busca trazer novas alternativas para mudar essa matriz econômica do interior do Estado, com base no binômio: educação e acesso à tecnologia, o que não é simples de se resolver em se tratando das adversidades e características locais específicas, onde até luz é difícil de chegar, ainda mais a internet”, informou a Sister.

O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Juruá assinou um termo de fomento com a Sister Special para o lançamento da plataforma online desenvolvida para orientar os contribuintes a destinarem parte do Imposto de Renda (IR) para o projeto. O projeto foi lançado no dia 15 de dezembro.

Participação

O contribuinte interessado em fazer a doação para o projeto pode entrar no site: www.amazonassemfronteiras.org.br. No caso das pessoas físicas, que têm imposto retido na fonte, também é possível realizar a doação para posterior devolução do total da destinação, desde que dentro do limite de 6% do IR devido.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas que quiserem apoiar o projeto diretamente podem fazer as contribuições espontaneamente, de forma mensal ou anual, como sócio contribuinte, fazendo parte da rede de apoiadores do projeto.

Fonte: Amazonas Atual

 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 

Seja o primeiro a comentar on “Projeto de educação tecnológica busca combater risco social e isolamento no Amazonas”

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.






 



























(25)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

script charset="UTF-8" src="//cdn.sendpulse.com/28edd3380a1c17cf65b137fe96516659/js/push/694f057914f01ff839cc74d8f75a3baf_0.js" async>
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE