Acusado de 62 estrupos no interior do AM é condenado a 28 anos de prisão

Acusado de 62 estrupos no interior do AM é condenado a 28 anos de prisão

Renato Reis Fragata, 30, acusado de estuprar 62 adolescentes no interior do Amazonas, foi condenado a 28 anos e 8 meses de prisão. A sentença foi assinada pelo Juiz Josenildo Dourado Nascimento. O maniaco foi preso em dezembro de 2014 no município de Parintins (distante 369 km de Manaus), os crimes aconteceram nos municípios de Parintins e Iranduba.

Renato obrigava sua vítimas a acompanhá-lo até o cemitério onde as violentava sexualmente, praticava rituais satânicos e de magia negra.

Durante o julgamento, o Juiz destacou na sentença que Renato não tinha sentimentos e que previu os crimes, o único objetivo era satisfazer sua necessidade a todo custo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *