Amazonas está entre os piores do mundo em média de renda familiar Gabinete deputado estadual Luiz Castro

Amazonas está entre os piores do mundo em média de renda familiar Gabinete deputado estadual Luiz Castro

Uma pesquisa do IBGE coloca o Amazonas em posição ruim: estamos caindo ano a ano em distribuição de renda. Foi assim que o deputado estadual Luiz Castro (Rede) iniciou seu discurso hoje (9), na tribuna da Assembleia Legislativa (Aleam). O parlamentar apontou a necessidade de estudar o resultado da pesquisa, que explica a violência e a criminalidade no Estado.

“As famílias do Amazonas, em média, estão entre as menores rendas do País. O Estado é mais pobre do que o Acre, mesmo tendo uma grande capital, shoppings, Praia da Ponta Negra, mas o nosso povo está cada vez mais empobrecido”, assinalou o parlamentar.

A taxa de desemprego também foi apontada pelo deputado. De acordo com o IBGE, nesse quesito o Amazonas só perde para o Amapá. A queda do PIB per capita brasileiro já soma três anos consecutivos e chegou a 9,1% com a contribuição de 2016, ano em que a taxa caiu mais 4,4%. Como a população brasileira cresce em média 0,9% ao ano, qualquer resultado do PIB menor do que isso significa menos riquezas por pessoa no país.

Antes da crise, o Amazonas era o 18º mais pobre do Brasil, embora Manaus fosse a 4ª maior riqueza per capita entre as principais cidades brasileiras. Hoje, o País está entre os cinco piores do mundo. O resultado é coloca o Amazonas entre os piores do mundo.

“Vemos o aumento da criminalidade e a falta de perspectiva, especialmente entre os jovens. Sem emprego e um horizonte positivo de uma vida melhor, nossos adolescentes estão sendo recrutados pelo mundo do crime”, ressaltou Luiz Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *