Jovens aparecem em vídeo abusando de uma garota aparentemente dopada, veja e denuncie

3 de fevereiro de 2019 07:520 comentários
Jovens aparecem em vídeo abusando de uma garota aparentemente dopada, veja e denuncie

Deste a manhã deste domingo (03/19), esta circulando no grupos de whatsapp um vídeo com 4 jovens e uma garota aparentemente embriagada ou dopada. No vídeo eles mostram que estão abusando da menina e o outro atrás já cometendo o estupro, um deles chega até a falar com os demais para tomarem cuidado com as imagens. Pode ter acontecido um estupro coletivo. Quem identificar os personagens desse vídeo avisa as autoridades.



Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos:
Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.

§ 1° Incorre na mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.

Morados do Conjunto Cidadão 7 pedem socorro a governo e prefeitura de Manaus

1 de fevereiro de 2019 17:370 comentários
Rua 245, quadra 448, conjunto cidadão 7 - Foto: Wellinton da Silva

Rua 245, quadra 448, conjunto cidadão 7 – Foto: Wellinton da Silva

Moradores da rua 245, quadra 448, conjunto cidadão 7, estão reclamando do abandono do poder público municipal, estadual, e da câmara municipal de Manaus.




De acordo com os mesmos, os principais problemas da localidade são os buracos, e o mato que está tomando conta das ruas. Eles também reclamam da falta de iluminação pública, posto de saúde, e quadra de esportes para crianças, e jovens do conjunto.

O conjunto foi entregue em 2003 pelo governo federal, e até hoje, não foram feitas nenhuma manutenção no mesmo. A falta de esgoto faz com que a rua se transforme e um verdadeiro iguarapé, pois fica totalmente inundada.

Os mesmos vêem reclamado sobre essa situação no conjunto desde de 2016, sem ter nenhum retorno das autoridades. “Em 2018 o vereador Elias Emanuel esteve no local e falou que iria resolver o problema dos moradores, mais não resolve nada!” Disse Maria da Graça, moradora do local desde que foi entregue.

Direção do HPS Platão Araújo procura família de paciente

Direção do HPS Platão Araújo procura família de paciente

A direção do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo procura por familiares de uma paciente que deu entrada no último sábado (26) e está internada na UTI da unidade de saúde. Como característica, ela possui uma tatuagem no antebraço.

Quem tiver informações que ajudem a localizar a família da paciente, pode entrar em contato com o Serviço Social do HPS Platão Araújo pelo telefone 36347-4140.




Governo estima ao menos R$ 1,5 milhão de prejuízo na Sejel, em razão de descaso com patrimônio público

25 de janeiro de 2019 16:390 comentários
Governo estima ao menos R$ 1,5 milhão de prejuízo na Sejel, em razão de descaso com patrimônio público

Atual gestão constatou falta de manutenção e descontrole dos bens

O governador Wilson Lima constatou, nesta sexta-feira (25/01), a situação precária que se encontram a Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), a Vila Olímpica de Manaus e a Arena da Amazônia, na zona centro-oeste de Manaus. Ele visitou os locais para ver de perto o resultado do que classificou de “descaso de governos passados com o patrimônio público”, que tem prejudicado o treinamento de atletas amazonenses, bem como a formação de novas promessas do esporte local.




Alojamentos precários, infiltrações, mofo, mobiliário reciclado, depredações, extravios, furtos e falta de segurança estão entre os problemas identificados pela nova gestão.

“Estou muito triste com tudo que estou vendo. Visitamos dois símbolos do esporte não só amazonense, mas brasileiro e sul-americano. O esporte é um dos instrumentos mais fortes que a gente tem para manter a molecada longe da violência. A Vila Olímpica e a Arena da Amazônia, que foi palco da Copa do Mundo de 2014, já receberam grandes atletas. No levantamento inicial que fizemos, identificamos o prejuízo de pelo menos R$ 1,5 milhão com vandalismo, falta de conservação e falta de comprometimento com o cidadão”, destacou o governador.

O valor pode ser ainda maior, já que existem informações desencontradas devido à falta de controle do patrimônio. Foram identificados o uso de computadores reciclados, bebedouros que não funcionam por não receberem manutenção há anos, além de itens extraviados ou furtados, como notebooks, televisões, portas de alumínio, lâmpadas, fiação e aparelhos de musculação destinados ao preparo de atletas.

Vila Olímpica – Acompanhado do titular da Sejel, secretário Caio André Oliveira, o governador esteve nas instalações que abrigam os atletas amazonenses que vêm do interior para a capital, visitou o refeitório e constatou a precariedade de todo o complexo. “A Vila Olímpica, usada também como espaço para prática de atividades físicas como caminhada e corrida, está abandonada. Hoje as pessoas estão sendo assaltadas porque não há segurança. Os vestiários estão em estado deplorável. Tem uma equipe do interior que está participando de uma competição na capital e está em uma situação precária”, avaliou Wilson Lima.

A piscina olímpica está com as obras paradas desde 2015. “Nós já conversamos com o empreiteiro e com a Caixa Econômica Federal (convênio para a realização da obra) e já estamos repactuando esse contrato para que as obras voltem. As obras estão 36% concluídas e a gente espera entregá-las até o final desse ano”, disse o governador.

Arena da Amazônia – Inaugurada em 2014, a arena passou por obras em 2016, mas a situação de alguns setores reflete o abandono do espaço. “Os vestiários estão com infiltrações. O gramado está em más condições e já começou a ser recuperado para o início do Campeonato Amazonense de Futebol. Levaram daqui da Arena televisores dos camarotes. Dos centros de treinamento levaram torneiras, portas. Uma ação criminosa da parte de quem levou e de quem observou isso acontecer e não tomou nenhuma atitude”, frisou Wilson Lima.

Também foram encontrados problemas estruturais nos vidros (blindex) dispostos nas arquibancadas, sensores de movimento, louças, torneiras e descargas dos banheiros e vestiários, catracas eletrônicas, geradores, elevadores e extintores de incêndio.

Medidas emergenciais – Durante a visita, o governador Wilson Lima adiantou que, além da negociação para repactuar o contrato para retomada da obra da piscina da Vila Olímpica, já determinou reforço na segurança nos espaços e parcerias para obras de reforma e revitalização.

“Nós também fizemos um levantamento para revitalização da Vila Olímpica, como recuperação do pavimento para que as pessoas possam praticar suas atividades físicas. Já providenciamos também o fechamento de algumas entradas da Vila olímpica, para que a gente possa dar um pouco mais de segurança pra quem vai estar ali naquela área. Fizemos algumas parcerias com a iniciativa privada para que a pintura daquela área e para que aconteça também a recuperação do hotel para receber as pessoas que vêm do interior e dar suporte aos atletas.”

Segundo o secretário da Sejel, Caio André Oliveira, além da prospecção de parcerias privadas, a pasta também está em busca de outras fontes de recursos. “Estamos buscando parcerias privadas, emendas orçamentárias na Assembleia Legislativa e com os deputados federais e senadores, buscando convênios com o Ministério da Cidadania, para recuperar os espaços deteriorados, bem como construir novos espaços principalmente no interior, como centros de iniciação esportiva”, informou Caio André.

Problemas complexos – De acordo com o levantamento feito pela atual gestão, no procedimento adotado anteriormente as aquisições feitas pelo estado, para uso da Sejel, entravam no depósito mas eram encaminhadas para outros destinos (Vila Olímpica, estádios, centros de treinamento ou a própria sede da secretaria) antes de serem catalogadas. Essa prática permitia que equipamentos fossem deslocados e até subtraídos do depósito, sem que qualquer registro fosse feito.

Desta forma, não só na Arena de Amazônia e na Vila Olímpica, como nos estádios Carlos Zamith e Ismael Benigno, centros de treinamento e na própria sede da Sejel foram identificados furtos e extravios de aparelhos de musculação, computadores, aparelhos de ar condicionado, mesas, portas, peças dos sistemas de iluminação, cabos de energia e rádios comunicadores.

Parte do maquinário que está em funcionamento nas unidades apresenta mau estado de conservação e precisará passar por manutenções. Em outros casos, como o dos bebedouros de grande porte (industriais), a manutenção não resolve os problemas ocasionados pela ausência de reparos durante anos, sendo necessária a aquisição de novos equipamentos.

Interior – De acordo com o governador, o interior também receberá atenção especial nas ações de recuperação do esporte amazonense. “O secretário de esporte está fazendo um programa para que sejam desenvolvidas atividades esportivas por calha de rio. Essa movimentação deve iniciar em breve, preparando os jovens do interior para os Jogos Escolares do Amazonas (JEAs)”, destacou.

Detran-AM orienta pais e responsáveis de alunos na campanha ‘Volta às Aulas’

Detran-AM orienta pais e responsáveis de alunos na campanha ‘Volta às Aulas’

A campanha ‘Volta às Aulas’ do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) atingiu 1.300 pais e responsáveis de alunos durante a primeira semana de ações de conscientização. A ação realiza abordagens educativas visando orientar pais e responsáveis sobre o respeito às leis de trânsito na hora de deixar e buscar as crianças nas escolas. Ao todo, seis escolas das zonas leste, sul e centro-sul de Manaus receberam ações, entre segunda (21/01) e esta sexta-feira (25/01). A campanha segue até o dia 15 de fevereiro.




O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, ressaltou a importância da campanha, realizada em parceria com outros órgãos e instituições do sistema nacional de trânsito, atuando de forma integrada e colaborativa.

“O importante, sobretudo, é chamar a atenção para a necessária observância das normas de trânsito, como por exemplo: não estacionar em fila dupla, não estacionar em local proibido, respeitar a velocidade determinada para a via, principalmente próximo às escolas, além do respeito às faixas de pedestre”, ressaltou Sá.

A gerente de Educação para o Trânsito do Detran-AM, Mitza Brasil, ressalta que a campanha atinge escolas públicas e particulares e terão início ao ano letivo no começo de fevereiro. “Neste primeiro momento a abordagem acontece de forma lúdica e pedagógica com apoio da equipe coordenada pela Gerência de Educação para o Trânsito do Detran, onde são distribuídos materiais educativos, lixeirinhas, garrafinhas de água e uma carta com dicas de segurança dirigidas aos pais”, afirmou Mitza.

Na próxima semana, o Detran-AM irá realizar as ações de fiscalização e os agentes de trânsito irão intensificar a abordagem, principalmente, em relação aos veículos que realizam transporte escolar.

Fiscalização – Nas próximas semanas, a campanha segue para uma fase de fiscalização onde a equipe de educação contará com o apoio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), notificando motoristas que não obedecerem regras de trânsito ao transportar alunos, o que poderá resultar em medidas punitivas.

Para o professor e pai de aluno José Pacífico, 69 anos, a conscientização é o fator principal para evitar acidentes e o tumulto no trânsito causado pelos veículos em tornos das escolas. “Eu sempre saio um pouco mais cedo de casa para evitar o trânsito, mas é importante que todos tenham consciência e educação na hora de deixar seus filhos, por isso esse trabalho de orientação realizado pelo Detran é tão importante”, reconhece.

Fotos: Bruno Zanardo/Secom

Pesquisa do Procon-AM apresenta baixa e variação no valor dos combustíveis em Manaus

Pesquisa do Procon-AM apresenta baixa e variação no valor dos combustíveis em Manaus

O Governo do Amazonas, por meio do Programa de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM), realizou, nesta sexta-feira (25/01), pesquisa comparativa de preços de combustíveis vendidos em 60 postos localizados em Manaus e constatou que o valor da gasolina comum está entre R$ 3,59 e R$ 3,99, enquanto que a versão aditivada é praticada entre R$ 3,59 e R$ 4,29.





Os postos Santa Rosa (avenida Carvalho Leal, Cachoeirinha, zona sul) e Mucuripe (avenida Rodrigo Otávio, Japiim, zona sul) são os que praticam o valor (R$ 3,59) mais em conta da gasolina comum. Outros preços, como R$ 3,63, R$ 3,65, R$ 3,94, R$ 3,95 e R$ 3,99, foram registrados.

A gasolina aditivada vendida com o preço mais baixo (R$ 3,59) está no posto Santa Rosa (avenida Carvalho Leal, Cachoeirinha, zona sul). Em seguida, o valor R$ 3,63 é o mais baixo, no posto São Jorge (avenida Silves, Raiz, zona sul). Outros valores encontrados são R$ 3,67, R$ 3,79, R$ 3,85, R$ 3,89, R$ 3,92, R$ 3,95, R$ 3,99 e R$ 4,29.

O etanol mais barato é vendido ao preço de R$ 3,19 nos postos Grande Circular (Jorge Teixeira, zona leste) e Gaspetro (avenida Autaz Mirim, Tancredo Neves, zona leste). Os preços são diversos e praticados a R$ 3,29, R$ 3,35, R$ 3,39, R$ 3,40, R$ 3,49, até chegar em R$ 3,59.

Já o diesel com preço mais baixo foi encontrado no posto Santo Antônio (avenida Autaz Mirim, Jorge Teixeira, zona Leste), no valor de R$ 3,42. Outros preços como R$ 3,43, R$ 3,45, R$ 3,49, R$ 3,55, R$ 3,69 e R$ 3,79 também aparecem na pesquisa do Procon-AM.

Força-tarefa – Para combater, punir e dar celeridade às fiscalizações nos postos de combustíveis, foi implementada, no dia 21 de janeiro, a Força-tarefa do Consumidor, composta pelos Procons estadual e municipal; comissões de defesa do consumidor da Câmara Municipal de Manaus, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), além do Ministério Público do Estado e da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

“Cada órgão ficou responsável por uma pauta. No que diz respeito ao Procon-AM, a agenda de fiscalização nos postos e demais providências foram cumpridas. O objetivo de garantir os direitos do consumidor conforme a Lei e as especificidades do órgão foi mais uma vez assegurada e comprovada. Na pesquisa que fizemos, mostramos os vários preços praticados nas bombas, ou seja, a prática da lei da livre concorrência e assim o consumidor pode escolher o posto que mais lhe convém abastecer”, informa o gestor do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Durante a operação, o Procon-AM fiscalizou 109 postos e notificou 15. Antes da força-tarefa atuar, o órgão havia percorrido outros 90 postos e notificado 41.

Governo Federal reconhece situação de emergência em Manaus depois de incêndio no Educandos

Governo Federal reconhece situação de emergência em Manaus depois de incêndio no Educandos

Manaus teve sua situação de emergência, por conta do incêndio no bairro de Educandos, reconhecida pelo governo federal. A edição nº 17 do Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (24) traz publicada a portaria nº 24/2019, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), que reconhece a situação de emergência por desastres, em 23 municípios brasileiros, entre eles a capital amazonense.





O incêndio ocorreu no dia 17/12 do ano passado, ocasião em que mais de 400 imóveis (mistos, de madeira e alvenaria) foram incendiados no Educandos, zona Sul, deixando mais de 700 famílias sem moradia. O pedido de apoio ao governo federal foi feito pelo prefeito Arthur Virgílio Neto já nos dias seguintes após o incêndio. O presidente da República à época, Michel Temer, por meio de suas redes sociais, manifestou o apoio financeiro às vítimas do desastre.

Considerado um dos maiores incêndios urbanos da capital, a Defesa Civil Municipal contabilizou aproximadamente 400 moradias afetadas pelas chamas. Após o incêndio, as famílias foram acolhidas em abrigos. Atualmente, das mais de 700 famílias, 33 permanecem nesses locais.

Justificativa

A formalização do pedido de auxílio federal ao então presidente Michel Temer para o enfrentamento da situação de emergência em Manaus, foi feito pelo prefeito Arthur Virgílio Neto no dia 19/12. A solicitação leva em conta, a necessidade de auxílio financeiro e operacional, tendo como base legal a Lei 12.340/2010, além do Decreto 7.257/2010.

No pedido, Arthur Virgílio destaca que o auxílio visa ajudar a capital amazonense a adotar as medidas necessárias para o enfrentamento da situação, sobretudo no socorro às vítimas. Dentro do planejamento municipal, a proposta é que o recurso seja usado para ajudar a custear o pagamento de auxílio-aluguel para as famílias atingidas, pelo período inicial de 180 dias, no valor mensal de R$ 300 por família, totalizando a quantia de R$ 1.080 milhão. O recurso pode ainda ser prorrogado por mais seis meses. A prefeitura começou a repassar o valor do auxílio-aluguel com recursos próprios.

Pela proposta, os recursos obtidos irão ajudar a prover as famílias de kits alimentação e de utensílios mínimos. Ainda no mês de dezembro o prefeito Arthur Virgílio Neto sugeriu que fossem adotados para as famílias do Educandos mecanismos a exemplo do Cartão Reforma e do cartão social Minha Casa, Minha Vida.

Auxílio-aluguel

No último dia 18, a Prefeitura de Manaus efetuou o pagamento a 90, das 106 famílias programadas para receberem a ordem de pagamento do segundo lote do auxílio-aluguel. Uma semana antes, 546 famílias receberam o pagamento relacionado ao primeiro lote do benefício.

Conforme o cadastro realizado pelo município, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), 735 famílias vítimas do incêndio estão aptas a receber o auxílio-aluguel.

Além do prefeito Arthur Virgílio Neto, o trabalho realizado em prol das famílias do Educandos tem sido acompanhado de perto pela primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro

Fonte: Portal do Amazonas

Arthur ajusta metas e prazos de obras para 2019

Arthur ajusta metas e prazos de obras para 2019

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, se reuniu com parte de seu secretariado, nesta quinta-feira (24) para discutir os projetos que serão executados em 2019. O enfoque do encontro também foi acompanhar a execução de obras em andamento, além de firmar metas e prazos rígidos para a conclusão dos serviços que incluem obras nas áreas de infraestrutura e mobilidade urbana, educação e saúde.



A reunião foi coordenada pelo prefeito e com a participação de secretários e da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko do Carmo Ribeiro. “Foi uma das reuniões mais produtivas que nós realizamos ao longo de nosso período de governo. Pegamos a lista das obras que queremos e vamos realizar em 2019 e analisamos minuciosamente seus projetos. Falei com firmeza com todos para que entendam que prazos devem ser cumpridos”, disse o prefeito.

Durante a reunião, foi debatido o status de cada obra que a prefeitura programa para este ano, por meio de um aplicativo exclusivo da prefeitura para acompanhamento dos serviços. Segundo o prefeito, dessa forma, o acompanhamento será mais rígido evitando atrasos em todo o processo de execução da obra desde a licitação até sua conclusão.

“Com esse aplicativo temos condições de acompanhar o status de cada plano de obra, ou seja, como está o prazo da licitação, que dia e qual o prazo para a realização da obra. Temos o acompanhamento de todos os processos nas mãos e por isso estamos trabalhando assim”, explicou Arthur.

Ainda segundo o prefeito, durante a reunião, ele ligou para alguns empreiteiros que estão com obras atrasadas e alertou sobre possíveis penalidades que devem receber caso não se adequem a prazos e a nova metodologia de trabalho.

“Liguei para cada um que está com trabalhos em atraso e disse que serão notificados, pois receber e atrasar obras irá resultar em uma declaração de inidoneidade o que vai impedir de fazerem transações na cidade de Manaus. Vamos acompanhar todo processo pelo nosso aplicativo e também visitando as obras de surpresa para acompanhar o andamento dos trabalhos. Queremos realizar talvez o mais ambicioso programa de obras que Manaus já viu em sua história”, finalizou o prefeito.

Estiveram presentes à reunião secretários e técnicos das secretarias Municipais de Educação (Semed), de Finanças (Semef), de Infraestrutura (Seminf), de Comunicação (Semcom) e do Instituto Municipal  de Planejamento Urbano (Implurb).

Assalto a balsa no Distrito Industrial de Manaus deixa um morto e um ferido

Assalto a balsa no Distrito Industrial de Manaus deixa um morto e um ferido

Um homem foi morto e outro ficou ferido após serem baleados em um assalto a uma balsa de transporte de combustíveis, na Ilha do Marapatá, Distrito Industrial de Manaus, na madrugada de sexta-feira (25). Os homens chegaram em uma pequena embarcação, renderam funcionários da balsa e anunciaram o assalto. Durante o crime, os suspeitos balearam o segurança e um marinheiro fluvial.




De acordo com o inspetor fluvial Raikleisson Lima, responsável pela balsa, ele chegou ao local por volta de 3h e se deparou com os companheiros de trabalho assustados. Eles o informaram que cerca de dez homens fortemente armados entraram na embarcação e anunciaram assalto.

“Eles renderam primeiro o segurança. Ele foi baleado. Outros dois conseguiram correr. Eles ainda atiraram, por nada, no marinheiro fluvial que morreu”, disse Lima.

Ainda conforme o inspetor fluvial, os assaltantes levaram pertences pessoais de quatro tripulantes e dois seguranças que estavam na embarcação. Eles fugiram do local sem ser identificados.

Segundo o delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Daniel Leão, o crime tem características de latrocínio. Segundo ele, os assaltantes procuravam por armas e motores.

“Não havia armas e nem motores na embarcação. Eles levaram os pertences. O segurança levou um tiro na barriga e foi encaminhado para o Hospital João Lúcio. O que morreu levou um tiro na boca”, explicou o delegado.

O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso deve ser investigado pela DEHS.

Fonte: G1 Amazonas

Competição de “quem para na parada primeiro” gera confusão e prejuízo

Competição de “quem para na parada primeiro” gera confusão e prejuízo

Na manhã desta sexta (25), um ônibus e um micro-ônibus ou popularmente conhecido como alternativo, travaram o trânsito após uma batida na Avenida Grande Circular, Zona Leste de Manaus.




Só nesta semana é a segunda vez que dois ônibus colidem por causa de espaço na parada, para pegar passageiros.

É comum haver briga por passageiros entre a classe dos alternativos na Zona Leste de Manaus.

Fonte: Portal CM7

Fiscalização da Ageman vai utilizar laudos do Ipem

24 de janeiro de 2019 16:560 comentários
Fiscalização da Ageman vai utilizar laudos do Ipem

Técnicos da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) poderão utilizar nos relatórios de fiscalização os laudos das aferições realizadas pelo Instituto de Pesos e Medidas no Amazonas (Ipem) nos hidrômetros dos imóveis dos usuários dos serviços de abastecimento de água.




A iniciativa foi alinhada na manhã desta quinta-feira (24/01), pelo diretor-presidente da Ageman, Fábio Augusto Alho da Costa, após uma reunião técnica com o diretor-presidente do Ipem no Amazonas, Márcio André de Oliveira Brito.

Durante o encontro, os dois dirigentes discutiram os termos iniciais do convênio que será celebrado ainda no primeiro semestre deste ano.

“O Ipem é um parceiro de primeira linha na regulação do saneamento, serviço que hoje é regulado e fiscalizado pela Ageman, e o Ipem, que representa o Inmetro, é justamente o órgão responsável pela verificação, tanto na retirada quanto na instalação desses hidrômetros, no momento em que estes são alvo de alguma notificação. Com isso conseguimos imprimir mais transparência e assertividade em nossos procedimentos. Com isso, quem ganha é o consumidor ao ser beneficiado com a boa prestação do serviço”, explicou Fábio Alho.

Atualmente, o Ipem possui um laboratório instalado nas dependências da concessionária Águas de Manaus. O espaço é utilizado para a aferição dos hidrômetros.

Márcio Brito destacou a importância do trabalho realizado pelo Ipem na garantia da boa prestação do serviço aos usuários. “Esse termo de cooperação será o lastro para que as instituições tenham essa transversalidade, ou seja, possam utilizar nossos laudos na fundamentação das eventuais sanções contra a concessionária, pois se os equipamentos não estão trabalhando de forma correta, o consumidor poderá estar pagando por uma conta errada, e quando o Ipem realiza essa aferição, o usuário tem a garantia de uma fiscalização justa”, afirmou.

Confira a programação da SEC para o fim de semana

Confira a programação da SEC para o fim de semana

Shows no Teatro Amazonas, espetáculos infantis e humorísticos fazem parte da agenda

Espetáculos teatrais, de dança, música e infantis fazem parte da programação de férias promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Confira a programação deste fim de semana.





Sexta-feira (25/1)

O Centro Estadual de Convivência do Idoso (rua Wilkens de Mato, s/nº), no bairro Nossa Senhora Aparecida, oferece a tradicional “Tarde Dançante”, com o Bolerão do Ceci, nesta sexta-feira, a partir das 14h. O evento, que tem entrada gratuita, é aberto ao público em geral.

Também na sexta-feira, o cantor Salomão Rossy apresenta o show “Encantaria”, às 20h, no Teatro Amazonas, com entrada gratuita. Com um repertório que consagrou o artista em festivais de música, o evento comemora os 25 anos de carreira de Rossy e também celebra o retorno do grupo Cordão de Marambaia, após um hiato de dois anos.

A exposição “Pequenas Escalas” fica disponível para visitação do público a partir desta sexta-feira. A mostra, premiada pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), fica em exibição no Centro de Artes Visuais Galeria do Largo (rua Costa Azevedo, 290, centro) até 28 de abril. Reúne obras de dez artistas nacionais contemporâneos, tridimensionais e de instalação, que têm em sua dimensão reduzida a característica mais marcante.

A proposta da mostra, que tem a curadoria de Ivair Reinaldim, é explorar o senso lúdico, estimular a imaginação e a percepção diante de obras em miniatura. A Galeria do Largo fica aberta de terça a sábado, das 15h às 21h.

Ainda como parte da programação da exposição, o curador Ivair Reinaldim vai participar de uma roda de conversas na Casa das Artes (rua José Clemente, 564, Centro), às 19h. Voltado a artistas, estudantes, professores e interessados nas artes que queiram debater sobre “Pequenas Escalas”, o evento tem acesso gratuito.

Sábado (26/1)

No Centro Cultural Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901) será realizada, a partir das 14h, a oficina “Jamais Fomos Modernos”, da Rede Panorando.

Direcionada a bailarinos, atores, performers e interessados na área, o curso tem como objetivo apresentar o processo de criação do espetáculo de Danças Urbanas “Jamais Fomos Modernos”. Em uma única aula serão compartilhados conhecimentos de improvisação teatral, dança contemporânea e danças urbanas, que foram bases da criação do espetáculo. A oficina tem certificado de participação de três horas.

A entrada custa R$ 10 e a reserva de vaga pode ser feita pelo número (92) 99337-2833.

Às 17h, no Teatro Amazonas, será apresentado o espetáculo infantil “As Aventuras de Masha e o Urso“, com entrada a R$ 40 (R$ 20 a meia). A peça contará as várias aventuras da pequena Masha, de apenas três anos, que adora animais. O espetáculo traz ao palco canções, efeitos de iluminação e cenários coloridos.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou nos pontos de vendas da Alô Ingressos, localizados nos shoppings Amazonas, Manauara, Sumaúma e Via Norte. Os ingressos também podem ser comprados pelo site www.aloingressos.com.br, com taxa de conveniência a R$ 5.

Às 18h, o Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandú, 119, Cidade Nova) recebe o espetáculo teatral de humor “Imprevistos”, com entrada gratuita. Apresentado pela companhia “Maior Palha”, o show usa improviso teatral para criar esquetes e o público participa diretamente dando frases, profissões, nomes de livros e séries, que servem como inspiração para os atores criarem as cenas.

Às 19h, no Centro Cultural Usina Chaminé (avenida Lourenço Braga, Centro), haverá mais uma apresentação do espetáculo “Estrangeiro”.

O espetáculo se passa em um universo surrealista e foi montado de modo a dar liberdade para que o espectador construa a narrativa junto aos performers. A peça é de autoria da Erva Daninha Coletivo de Pesquisa em Artes da Cena. A entrada custa R$ 10 e classificação da peça é para 14 anos.

No Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, Centro), também às 19h, será a vez do espetáculo de dança “Na Bagagem“, com direção geral de Celice Freitas e direção artística e coreografia de Karla Bianca. De acordo com a sinopse, os movimentos criados para o espetáculo falam sobre a experiência e os sentimentos que o indivíduo carrega ao longo da vida. A entrada é gratuita.

Domingo (27/1)

A programação de domingo começa com mais uma edição da Feira de Trocas de Livros e Gibis, na Biblioteca Pública do Amazonas (rua Barroso, 57, centro), a partir das 9h. Para participar, basta levar livros ou gibis em bom estado de conservação e ganhar um cupom para troca. Não serão aceitos materiais didáticos, técnicos ou escolares. O evento vai até 13h e a entrada é gratuita.

A partir das 14h, será o realizado um Baile de Carnaval Infantil, no hall do Centro Cultural dos Povos da Amazônia (avenida Silves, 2.222, Distrito Industrial I – antiga Bola da Suframa). A programação, que acontecerá até às 19h, contará com oficina de maquiagem artística carnavalesca, desfile de fantasias, estandes de comidinhas e apresentação das escolas de samba mirim da Vitória Régia e Reino Unido da Liberdade. A entrada é gratuita.

Às 17h, no Teatro Amazonas, o público infantil vai poder conferir o espetáculo “O Mundo Mágico da Bela e a Fera”, uma releitura do clássico da Disney. A peça narra o sacrifício de Bela, que, para salvar a vida do pai, aceita morar no castelo da Fera. Durante a permanência no castelo, Bela descobre que a Fera foi amaldiçoada e que a cura para tudo é o amor.

Os ingressos custam R$ 40 (R$ 20 a meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro, nos stands da Alo Ingressos (shoppings Amazonas, Manauara, Sumaúma e Via Norte) e pelo site www.aloingressos.com.br.

Fechando a programação no domingo, a Companhia Espatódea Trupe apresenta o espetáculo “Bumba Meu Boi: a festa vai começar”, no Largo de São Sebastião, às 18h. O acesso é gratuito, mas o espectador poderá contribuir livremente ao final do evento.

A peça é encenada através da linguagem da comédia popular, em formato de cordel e projetada para locais não convencionais, como praças, ruas ou espaços abertos.

“Bumba-Meu-Boi” conta a história da origem de um dos maiores eventos culturais do Brasil, o Festival Folclórico de Parintins, originado do bumba-meu-boi nordestino e tendo como narrativa a lenda de Catirina, uma empregada grávida que, ao sentir um desejo de comer língua de boi, convence seu marido a abater o boi favorito da fazenda de seu patrão.

Para mais informações sobre essas e outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br). Confira também os perfis do órgão no Facebook, Twitter e Instagram – culturadoam

Policiais Militares auxiliam em um parto na zona leste de Manaus

Policiais Militares auxiliam em um parto na zona leste de Manaus

Uma equipe de policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (9ª Cicom) auxiliaram no parto de uma mulher de 37 anos, na manhã desta quinta-feira (24/01), na avenida Autaz Mirim, zona leste de Manaus.

O sargento Cabral Filho, que realizava patrulhamento ostensivo, informou que foram abordados por um homem de 37 anos, pedindo auxílio para chegar à maternidade Ana Braga.

“No local, a equipe se deparou com a mulher quase entrando em trabalho de parto. Diante da situação emergencial e prezando pelo bem-estar da mãe e da criança, os policiais realizaram o parto no local”, narrou o sargento.

Após o nascimento da criança, uma menina chamada Aila Tunes Ferreira, os policiais abriram o trânsito para o veículo da família chegar até à Maternidade Ana Braga, onde foram finalizados os procedimentos do parto.

O sargento da 9ª Cicom enfatizou que, para a equipe que realizou esta ação, foi um momento marcante. “Foi fantástico, porque auxiliar na chegada da vida de um ser humano é lindo e é gratificante para nós, que lidamos com vários tipos de ocorrências, muitas vezes desgastantes e perigosas, por isso esse momento só nos emociona”, disse.

Governo do Amazonas inicia atividades das escolinhas na Vila Olímpica

Governo do Amazonas inicia atividades das escolinhas na Vila Olímpica

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), dará início às atividades das escolinhas que funcionam nas dependências da Vila Olímpica de Manaus, com apoio técnico do Centro de Treinamento e Alto Rendimento do Amazonas (CTARA).





As inscrições poderão ser feitas no período de 28 de janeiro a 8 de fevereiro, com início das aulas marcado para 11 de fevereiro. Para o Secretário da Sejel, Caio André de Oliveira, o trabalho direcionado vai garantir a matéria-prima do futuro. “Com certeza vamos descobrir muitos talentos para representarem o Amazonas nas competições nacionais e internacionais”, afirmou.

Com exceção da Ginástica Artística, onde só meninas podem participar, nas demais modalidades crianças de ambos os sexos, até 14 anos, podem se inscrever e frequentar as aulas, que terão início no dia 11 de fevereiro, no período da manhã, das 8h às 10h, e no período da tarde, das 14h às 15h30.

Para realizar a inscrição, os pais ou responsáveis pelos alunos deverão apresentar duas fotos 3×4, cópias do comprovante de residência, declaração escolar e Certidão de Nascimento ou RG do aluno. As inscrições serão feitas no CTARA, localizado na avenida Pedro Teixeira, n° 400, bairro Dom Pedro, zona oeste de Manaus, no horário de 8h às 11h e das 14h às 17h, e são gratuitas, com exceção do Núcleo de Base de Ginástica Artística, que terá uma taxa mensal de R$ 20.

Modalidades coletivas – As modalidades futsal, handebol, vôlei e basquete, normalmente as mais procuradas e que funcionavam somente para iniciação, agora passarão a ser orientadas por especialistas de cada modalidade, com experiências vivenciadas dentro das quadras, com o aprendizado continuado para que no futuro os atletas sirvam ao Alto Rendimento. “Precisamos preparar a matéria-prima não apenas para o CTARA, mas também para os clubes, que a cada dia têm mais dificuldades para manter seus centros de treinamentos”, completou Caio.

Modalidades individuais – Nas modalidades Ginástica, Tênis de Mesa, Xadrez, Vôlei de Areia e Boxe, as escolinhas também terão um ensinamento específico. “Temos observado a diminuição de atletas com qualidade em praticamente todas as modalidades. Precisamos agir no sentido contrário, aumentando as oportunidades e também a qualidade da garotada”, explica Tadeu Picanço, coordenador do CTARA.

Polícia Militar deflagra operação ‘Catraca’ nas quatro zonas da capital

Polícia Militar deflagra operação ‘Catraca’ nas quatro zonas da capital

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) deflagrou a operação “Catraca” em buscas de armas e outros materiais ilícitos em ônibus do transporte público em todas as zonas da cidade. O objetivo é evitar que roubos dentro dos veículos aconteçam. A ação teve início na tarde desta quarta-feira (23/01). São pelo menos cem homens e mais de 30 viaturas.




A abordagem aos ônibus foi intensificada mesmo com a redução de mais de 5% nos índices de roubos em ônibus nos primeiros 15 dias de janeiro. O dado é da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). Segundo o subcomandante-geral da PMAM, coronel PM Disney Brilhante, que coordena a operação, um dos diferenciais da ação é a ausência de cones para demarcar barreiras.

“A ausência desses cones, contribui de forma significativa nas abordagens para não chamar a atenção e também não complicar o trânsito. Outro fator importante é que não faz as pessoas ficarem em alerta e avisar onde está acontecendo uma abordagem, algo comum agora com os aplicativos de mensagens instantâneas”, disse o subcomandante.

Os usuários de ônibus aprovaram a realização da operação. A secretária Sebastiana Moreira de Brito disse que a operação é necessária, uma vez que, dentro do ônibus não é possível saber quem é passageiro e quem é criminoso. “A gente não sabe quem está sentado ao nosso lado, por isso, essa abordagem da polícia é importante”, declarou.

A estudante Ketlen Maria de Sousa também gostou da ação da PM. “Tem que continuar com essas ações sempre todos dos dias”, disse a jovem, que estava dentro de um dos veículos abordados na operação. A operação catraca será contínua, sem data para encerrar.

O motorista da linha 455, Wellington Albuquerque, afirmou que vê a ação da polícia como uma forma positiva de dar segurança. “Eu sou grato porque a gente fica mais seguro. Não tem hora para os criminosos atuarem”, disse.

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), em 2017 foram registrados 3,5 mil assaltos a ônibus em 2017 e 2,4 mil no ano passado, uma redução foi de 32,5%.

Polícia Civil investiga roubo e estupro de mulher na Zona Sul de Manaus

Polícia Civil investiga roubo e estupro de mulher na Zona Sul de Manaus

A polícia procura por um homem ainda não identificado suspeito de roubar, agredir e estuprar uma mulher de 23 anos no bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro Sul de Manaus, na madrugada desta quinta-feira (24). Segundo a Polícia Civil, o homem abordou a vítima para roubar um celular e a arrastou para uma área de mata, onde a estuprou.




De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), Débora Mafra, a vítima estava a caminho da casa de uma irmã quando desceu do ônibus próximo a um shopping. Enquanto andava pela Avenida Maceió, ela foi abordada pelo homem.

“Ele perguntou o nome dela e que horas eram. Ela respondeu e ele se identificou por um nome. O homem então disse ‘Muito prazer, mandaram te matar’. Ele então a arrastou pelo braço para um matagal próximo ao shopping”, explicou a delegada.

Ainda conforme Mafra, a vítima contou que começou a gritar por socorro, mas ninguém a ouviu. O homem então percebeu que a vítima estava com um celular e levou o aparelho. Ela contou que ainda chegou a desmaiar ao ser enforcada.

Após o crime, a mulher contou o que havia acontecido para policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que a levaram para a DECCM, para os procedimentos cabíveis.

O caso está registrado na Especializada, que investigará os fatos para encontrar o suspeito.

SEC promove reunião com secretários municipais para potencializar ações culturais no interior

SEC promove reunião com secretários municipais para potencializar ações culturais no interior

Os secretários saíram da reunião com duas ações pré-definidas: a criação de uma agenda para encontros periódicos e a realização de ações para qualificação, como oficinas de elaboração de projetos culturais e captação de recursos




Secretários de cultura do Estado e dos municípios deram início, em reunião nesta quarta-feira (23/01), às tratativas que visam potencializar as ações do setor, no interior do Amazonas. A reunião foi promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Dessa primeira fase de discussões, participaram 39 secretários de cultura de municípios do interior.

O secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz, abriu a reunião, que aconteceu no Centro Cultural Palácio da Justiça, ressaltando a importância de ouvir as demandas para traçar um panorama das atividades a serem desenvolvidas em cada município.

“Esse não é um diálogo para a interiorização da cultura, porque entendo que esse termo quer dizer que vamos levar uma determinada manifestação à localidade e não é isso. Estamos falando de potencialização do interior”, ressaltou o secretário, explicando que este é o entendimento do novo governo, na gestão Wilson Lima. “Temos consciência das diversas manifestações e riquezas dos nossos municípios e pretendemos colaborar com nossas expertises para potencializar as ações e o seu alcance”.

Participaram da reunião os secretários municipais de Cultura de Coari, Beruri, Jutaí, Uarini, Lábrea, Boca do Acre, Careiro da Várzea, Amaturá, Anamã, Carauari, Fonte Boa, Boa Vista do Ramos, São Gabriel da Cachoeira, Manacapuru, Apuí, Itacoatiara, Pauini, Humaitá, Parintins, Manicoré, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Barreirinha, Urucará, Santa Izabel do Rio Negro, Tonantins, Nova Olinda do Norte, Itamarati, Manaquiri, Caapiranga, Codajás, Maraã, Santo Antônio do Içá, Juruá, Tapauá, Anori, Nhamundá, Autazes e Maués.

Temas – Entre os principais pontos discutidos estão a possibilidade de levar unidades do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro para mais municípios(existe, atualmente, uma em Parintins); a implantação do Conselho, Plano e Fundo Estadual de Cultura; criação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura; e a promoção de ações que beneficiem variadas manifestações culturais de cada cidade.

Cleutemberg Pantoja, secretário de Cultura de Itacoatiara, falou sobre a importância de ter um núcleo de formação no município. “Somos a cidade-canção, precisamos do Liceu para construir a nossa base de formação. Já até temos 14 salas destinadas para isso”, disse. “Temos áreas rurais muito grandes, que podem ser beneficiadas também”.

O secretário Marcos Apolo adiantou que há interesse da SEC na expansão do Liceu. “Este é o ano do centenário de Claudio Santoro e queremos dar uma dimensão maior ao Liceu”, afirmou, avisando que todo o planejamento da pasta com esse foco será apresentado ao governador Wilson Lima.

A secretária municipal de Cultura e Turismo de Maués, Ellen Mendonça, destacou a necessidade de dar andamento às ações de políticas públicas mais específicas. “Precisamos criar um fórum dos secretários, reativar a Frente Parlamentar Pró-Cultura e unir esforços para a criação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e do Fundo Estadual de Cultura”, pontuou.

O titular da SEC informou que essas questões também estão entre as prioridades da pasta. “O Fundo Estadual de Cultura é nossa prioridade, porque estamos perdendo recursos por não tê-lo. Já conversei com alguns deputados, mas isso também depende da articulação da classe”.

Os secretários saíram da reunião com duas ações pré-definidas: a criação de uma agenda para encontros periódicos e a realização de ações para qualificação, como oficinas de elaboração de projetos culturais e captação de recursos.

Sefaz-AM registra aumento no número de interessados em liquidar dívidas com o Estado

22 de janeiro de 2019 16:190 comentários
Sefaz-AM registra aumento no número de interessados em liquidar dívidas com o Estado

A anistia fiscal foi responsável pelo crescimento no fluxo de contribuintes desde que a lei entrou em vigor, em dezembro do ano passado

O número de contribuintes que procura a Gerência de Débitos Fiscais (GDEF) da Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM) cresceu 500%. Isso desde que a Lei nº 4.719/18 entrou em vigor, concedendo descontos sobre multas e juros para dívidas contraídas até dezembro de 2017, no caso do ICMS e IPVA, e até dezembro de 2018, no caso do ITCMD.





“São pessoas físicas e representantes de empresas que buscam os benefícios da lei. No caso de dívidas consolidadas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que totalizam R$ 2 mil, e de IPVA até R$ 500, o contribuinte teve o débito perdoado pelo Estado”, explicou a chefe do Departamento de Arrecadação, Anny Karolliny Saraiva. “O Estado perdoou R$ 31,9 milhões em dívidas relacionadas ao IPVA e R$ 6,12 milhões do ICMS”, acrescentou.

Valores que ultrapassam o limite concedido para a remissão podem ser negociados em maior número de parcelas do que as habituais com descontos sobre multas e juros durante o período de vigência da lei de anistia, que se estende até o dia 12 de março. Até o momento, 133 contribuintes parcelaram as dívidas, que correspondem a R$ 4,3 milhões.

“Em 37 dias de campanha, os contribuintes que fecharam o acordo, pagando a dívida à vista com desconto de 95%, recolheram para o Estado cerca de R$ 2 milhões referentes ao IPVA e R$ 5 milhões de ICMS atrasados. Quem tiver interesse em liquidar a dívida à vista tanto do ICMS quanto do IPVA pode efetivar o acordo pelo site www.sefaz.am.gov.br”, salientou o secretário Executivo da Receita, Dario Paim.

No caso do IPVA, os interessados em parcelar a dívida devem procurar a GDEF, sala 202 do prédio sede da Sefaz-AM, das 8h às 14h, para solicitar a negociação. O contribuinte deve vir munido de RG e CPF, se for o proprietário do veículo, ou de procuração reconhecida em cartório.

Dívida Ativa – Quem não conseguiu realizar estas operações pelo meio eletrônico teve o débito inscrito em Dívida Ativa. Neste caso, deve procurar a sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE), localizada na rua Emílio Moreira, nº 1.308, bairro Praça 14 de Janeiro.

Para promover o parcelamento junto à PGE, que atende o público externo das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, é necessário levar a cópia da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência, no caso de pessoas físicas. Em relação à pessoa jurídica, é preciso apresentar também cópia do contrato social da empresa cujos débitos serão parcelados.

O contribuinte que liquidou dívidas com impostos, que foram protestadas em cartório, deve solicitar à PGE uma carta de anuência. O referido documento deve ser apresentado no cartório, que dará a baixa e informará a regularização para os órgãos de controle de crédito, como SPC e Serasa, a fim de que o contribuinte fique adimplente e sem restrição.

Parcelamento – Para o ICMS, o desconto de 95% sobre multas e juros é concedido para o contribuinte que for quitar as dívidas pendentes com pagamento à vista. Quem parcelar em até 12 meses, ganha um abatimento de 85% de juros e multas. Já o recolhimento a ser pago de 13 a 60 parcelas, o desconto é de 60%, enquanto que esse índice chega a 50% no parcelamento efetuado entre 61 a 84 meses.

Para o IPVA e o ITMCD, as condições para receber os descontos são as mesmas: 95% no pagamento à vista, 70% no parcelamento em até cinco vezes e 50% na quitação feita entre 06 (seis) e 10 (dez) parcelas.

No caso de negociação de dívidas referente ao ITCMD, o contribuinte não tem a possibilidade de realizar a operação pela internet. Obrigatoriamente, deve procurar o setor GDEF, localizado na sala 202, no prédio sede da Sefaz-AM, na avenida André Araújo, nº 150, bairro Aleixo.

Para, o administrador de empresas, Vicente dos Anjos, do setor de construção civil, a anistia fiscal chegou em boa hora. Permite a regularização da empresa, habilitando-a a novos negócios. Adimplente, a empresa obtém a certidão negativa e pode participar de concorrências públicas. Ele conseguiu reduzir a dívida de R$ 22 mil para R$ 4 mil, pagando à vista. “É importante aproveitar uma oportunidade como esta, porque as multas e juros correntes dos entes públicos são muito altos”, comentou.

ICMS:
✅a vista: 95% de desconto de multa e juros
✅ parcelado:
De 02 a 12 parcelas: 85%
De 13 a 60 parcelas: 60%
De 61 a 84 parcelas: 50%

IPVA e ITCMD (condições iguais)
✅ a vista: 95% de desconto multa e juros
✅parcelado:
De 02 a 05 parcelas: 70%
De 06 a 10 parcelas: 50%

Obs: ITCMD não alcança causa mortis. IPVA – o parcelamento deve abranger a totalidade dos débitos em atraso.

Mais de 500 pessoas garantem vaga para as primeiras palestras de orientação ao crédito na Afeam

Mais de 500 pessoas garantem vaga para as primeiras palestras de orientação ao crédito na Afeam

Nesta quarta-feira (23/01), a Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (Afeam) continuará com o agendamento online para a palestra de orientação ao acesso de financiamento na instituição. O agendamento é realizado sempre às segundas e quartas-feiras, a partir das 19h, no site da Afeam, e é a primeira etapa obrigatória para a concessão de crédito junto à Agência.





No primeiro dia de agendamento, mais de 500 pessoas inscreveram-se para iniciar o processo de atendimento e futuro acesso ao microcrédito, que pode chegar ao valor de R$ 20 mil por pessoa com juros subsidiados pelo Governo do Amazonas. Esta oportunidade é destinada a novos clientes ou aqueles que já possuem operações com a Afeam.

Após a palestra, caso o interessado esteja no perfil atendido pelo programa de microcrédito, o mesmo é encaminhado para o curso de capacitação oferecido pelo Sebrae. Em seguida, o cliente inicia o processo de solicitação do recurso financeiro na Afeam.

Recursos para capital e interior – Segundo o Representante do Acionista Majoritário da Afeam, Marcos Vinicius Castro, cerca de R$ 35 milhões são destinados exclusivamente ao microcrédito na capital. Para o interior do Estado, com aporte financeiro de R$ 40 milhões, a Afeam, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), dispõe de um calendário específico de ação de crédito, que já está disponível no site da Agência.

A primeira palestra em Manaus, para as pessoas previamente agendadas, será realizada na próxima segunda-feira (28/01), às 13h, na sede da Afeam, localizada na avenida Constantino Nery, nº 5.733, Flores, zona centro-sul. Mais informações: www.afeam.am.gov.br ou pelo 0800 286 3066.

Reitor da Universidade do Porto visita FMT-HVD para tratar de cooperação científica

Reitor da Universidade do Porto visita FMT-HVD para tratar de cooperação científica

A Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) recebeu, na manhã desta terça-feira (22/01), a visita do reitor da Universidade do Porto, Antônio Sousa Pereira, e da pró-reitora, Joana Carvalho. A comitiva veio ao Amazonas interessada em estreitar a parceria com a FMT-HVD e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para a formação de recursos humanos na área de Medicina Tropical.





Durante a visita, que contou com a presença do diretor da FMT-HVD, Marcus Guerra, de membros da reitoria da UFAM – o reitor Sylvio Puga, o vice-reitor, Jacob Moysés Cohen, o pró-reitor Waltair Machado e o chefe de gabinete, Almir Liberato -, foram feitas tratativas para um acordo de cooperação técnica-científica e de formação de recursos humanos envolvendo as três instituições.

“Tratamos de parceria entre o Estado do Amazonas, por meio da FMT-HVD, com a Ufam e a Universidade do Porto voltada à formação de recursos humanos e abertura de estagio aos residentes de Medicina Tropical de lá. Eles voltaram a ter a matéria e não têm onde estar praticando”, disse Marcus Guerra.

A Universidade do Porto tem interesse em ampliar o campo de estágio para seus alunos de Medicina Tropical, após o aumento da imigração, que trouxe a possibilidade de introdução de doenças infectocontagiosas. Já a FMT-HVD e a Ufam têm interesse em ampliar as vagas de pós-graduação para professores e profissionais das duas instituições.

A área de tecnologia e a indústria 4.0 foram outros temas tratados na visita e que podem ser explorados na proposta que será elaborada para embasar o acordo de cooperação. “Tem um campo vasto a ser explorado nesse sentido, uma vez que a medicina está cada vez mais ligada à alta tecnologia”, disse o diretor da FMT-HVD.

Estrutura – Fundada em 1911, a Universidade do Porto é uma instituição de ensino e investigação científica de referência em Portugal, figurando hoje entre as 150 melhores universidades europeias. Possui 14 faculdades, uma business school e mais de 50 centros de investigação, onde se encontra a mais importante comunidade acadêmica de Portugal. Tudo isso num conjunto de polos universitários fortemente integrados na cidade do Porto e equipados com infraestruturas que garantem a melhor experiência acadêmica, científica, mas também social e cultural.

TEXTO

%d blogueiros gostam disto: