Correios Celular com WhatsApp grátis e internet ilimitada deve chegar em outubro a Manaus

Correios Celular com WhatsApp grátis e internet ilimitada deve chegar em outubro a Manaus

Os Correios lançaram, em março deste ano, um plano pré-pago de R$ 30 mensais com direito a 1 GB  de internet, WhatsApp ilimitado sem desconto na franquia de dados, além de 100 minutos para ligar para qualquer operadora e telefone fixo. O serviço deve chegar ao Amazonas até outubro, segundo a superintendência regional dos Correios.

A operadora, inicialmente, já oferece o plano em mais de 100 cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Campinas.  A expectativa é que até o final do ano a operadora consiga se expandir em todo território nacional. De acordo com os Correios, nesses três primeiros meses foram vendidos apenas 21 mil chips. O número é baixo, mas a empresa afirma que está dentro das expectativas, pois a meta é alcançar 3,6 mil municípios até o fim de 2017.

No plano ofertado pelo “Correios Celular” a internet não é cortada ao final do pacote. Após atingir o limite, a navegação passa a utilizar uma velocidade reduzida de 32 Kbps.  Acessos aos sites dos Correios, Correios Celular e Governo Federal não são descontados da franquia.

A operadora utiliza os serviços da EUTV, que atua com a marca Surf Telecom. Ela opera com as frequências da TIM, e tem contrato para utilizar sua estrutura e frequências de 2G, 3G e 4G. Por enquanto, a operadora trabalhará apenas com um plano pré-pago.

Em 2018, serão feitos estudos para verificar a viabilidade de uma oferta pós-paga. O Correios Celular também não venderá smartphones nas agências – a operadora chegou a negociar com as três maiores distribuidoras de celulares, mas não conseguiu bons acordos. Em cinco anos, a expectativa é atingir R$ 300 milhões em receita.

A empresa ainda afirma ter a primeira operadora de celular a seguir uma regra de transparência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O usuário recebe uma notificação após cada ligação informando quanto tempo a chamada durou, quanto há de saldo disponível e a validade dos créditos.

Transformar os Correios em uma operadora móvel é um projeto que já existe há muito tempo. As discussões nesse sentido começaram em 2011, quando a estatal fechou um acordo com o Grupo Poste Italiane (os Correios da Itália) para formar uma joint venture (empreendimento conjunto) em 2014 e oferecer o serviço móvel, o que não aconteceu. Até que uma licitação aberta no ano passado foi enfim aprovada após problemas jurídicos.

 

EMTEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *