Dia Mundial do Câncer de Rim – Doença silenciosa que afeta mais homens do que mulheres

20 de junho de 2020 15:310 comentários

O Dia Mundial de Conscientização para o Câncer de Rim é celebrado anualmente, em 21 de junho, com objetivo de alertar sobre essa doença silenciosa que em 20 a 30% dos casos já é diagnosticada em estágio avançado.

Isso acontece pois o câncer de rim não costuma causar sintomas nos estágios iniciais. Muitas vezes, o diagnóstico é feito quando a lesão atinge 10 cm de diâmetro ou mais. Outras vezes, o câncer de rim é descoberto acidentalmente, durante a realização de exames de check-up, como em uma ultrassonografia do abdômen.




Eventualmente, alguns sinais aparecem e é preciso ficar atento. Os principais são: presença de sangue na urina, mesmo que em pequena quantidade; dor lombar em um dos lados; ou nódulo na região lombar. Além disso, outros sintomas relacionados a vários tipos de câncer também podem surgir, como fadiga, perda de apetite, perda de peso espontânea e anemia1.

O câncer de rim afeta mais homens do que mulheres, e a maioria das pessoas é diagnosticada entre 65 e 74 anos. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que, em 2018, foram identificados mais de 6 mil novos casos de câncer de rim no Brasil. Entre os fatores de risco, estão histórico familiar, tabagismo, obesidade, pressão alta, predisposição genética e exposição ao tricloroetileno.

Os tratamentos variam de acordo com a extensão do tumor.

Recentemente, o Brasil recebeu a aprovação de uma imunoterapia, em combinação com uma terapia-alvo, para o tratamento de pacientes adultos com carcinoma de células renais avançado (CCRa).

Estudos demostraram que a combinação reduziu a progressão da doença ou morte, e duplicou a taxa de resposta objetiva em comparação com sunitinibe, em pacientes com CCR avançado.

Referências

1 – American Cancer Society. Disponível em: https://www.cancer.org/cancer/kidney-cancer/detection-diagnosis-staging.html. Acessado em maio de 2020.

2 – Ljungberg B, Campbell S and Cho H. The Epidemiology of renal cell carcinoma. European Urology. 2011;60:615-621

3 – Instituto Vencer o Câncer. Câncer de rim | Sintomas. Disponível em https://vencerocancer.org.br/tipos-de-cancer/cancer-de-rim-tipos-de-cancer/cancer-de-rim-sintomas-2/?catsel=tipos-de-cancer. Acessado em junho de 2020.

4 – Instituto Oncoguia. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/inca-envia-ao-oncoguia-dados-ineditos-sobre-incidencia-de-cancer-de-rim/11958/999/. Acessado em maio de 2020

5 – Motzer R, Penkov K, Haanen J. Avelumab plus Axitinib versus Sunitinib for Advanced Renal-Cell Carcinoma. Engl J Med 2019; 380:1103-1115

Sobre a Merck

A Merck é uma empresa líder em ciência e tecnologia em Saúde, Life Science e Performance Materials.  Cerca de 57.000 colaboradores trabalham para fazer uma diferença positiva na vida de milhões de pessoas todos os dias, criando maneiras de viver mais qualitativas e sustentáveis. Desde o avanço das tecnologias de edição de genes e a descoberta de maneiras únicas de tratar as doenças mais desafiadoras até a viabilização do uso da inteligência dos dispositivos, a Merck está presente. Em 2019, a Merck gerou vendas de € 16,2 bilhões em 66 países.

A exploração científica e o empreendedorismo responsável foram essenciais para os avanços tecnológicos e científicos da Merck. Foi assim que a empresa prosperou desde a sua fundação em 1668. A família fundadora continua sendo a proprietária majoritária da empresa de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca Merck, com exceção dos Estados Unidos e Canadá, onde os setores de negócios da Merck operam como EMD Serono na área da saúde, MilliporeSigma em ciências da vida e EMD Performance Materials. Para saber mais, acesse www.merck.com.br e siga-nos no Facebook (@grupomerckbrasil), Instagram (@merckbrasil) e LinkedIn (Merck Brasil).

Deixe um comentário