Eirunepeense procura por familiares e amigos

Eirunepeense procura por familiares e amigos

Ha 44 anos atras uma linda jovem chamada de Antônia Braga Santana, conhecida na época pelo apelido de “Coquinha” por gostar muito de tomar Coca-Cola. Saia do município de Eirunepé (distante 1.410 quilômetros em linha reta de Manaus), deixando para trás parentes e amigos, para tentar a vida na capital.

Filha do pescador Julio Braga, e dona Tereza, Coquinha hoje procura encontrar seus parentes que ficarem na cidade e que ela perdeu contato.

Dona Coquinha nos disse que quando jovem era uma jovem muito bonita e chegou deixar muitos rapazes apaixonados, entre eles um jovem menino, baixinho que ela namorou por um tempo. Esse menino se chamava Edy Conrado, que depois de anos veio a ser prefeito da cidade.

Coquinha morava próximo a Olaria São Francisco das Chagas, mais conhecida como “Olaria do Padre”. Ela nos contou que na sua época, Eirunepé não possuía nem ruas, quando mais bairros e todo mundo se conhecia e não tenha violência e essas coisas ruins que hoje ela ver pelo celular da filha.

Eu lembro das minhas primas Carmina e Vivi, do Raimundo “Mundico”, da Graça e do Nonato, alem da Bernadete, do Francisco das Chagas, e do Devalci Carvalho todos parentes e primos.

“O que mais quero hoje e encontrar alguns dos meus parentes, e familiares que ainda estejam em Eirunepé. Já faz anos que quero isso. E me disseram que varias pessoas conseguiram isso através do seu jornal. Agora é minha vez…” disse dona Antônia “Coquinha” sorrindo!

Quem tiver qualquer informação ou conhecer parentes de dona Antônia, entrem em contato com nossa redação através do numero 92 99188- 31880.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *