Em resposta a brigas entre criminosos, SSP-AM determina reforço de operações da PM

17 de julho de 2019 22:250 comentários
Durante operação da Polícia Militar do Amazonas nos bairros da zona sul de Manaus, policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) prenderam o ex-presidiário Leonardo Siqueira Valente, 19, na tarde desta quarta-feira (17/07). Com ele, foi encontrada uma pistola calibre 40 milímetros e cinco munições intactas. A prisão ocorreu no beco Independência, bairro Raiz, após a guarnição receber denúncias de que haviam homens armados no local.


Por determinação do secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o policiamento foi reforçado em bairros da zona norte e sul da capital pela Polícia Militar, como forma de combater a briga entre grupos rivais de traficantes. Entre a sexta passada e a última segunda, 12 membros de uma facção criminosa foram presos, em dois bandos distintos, após homicídios a traficantes rivais em diversos bairros da capital.
De acordo com a Polícia Militar, o policiamento ostensivo está sendo intensificado nos bairros das zonas sul e norte para manter a segurança dos moradores e prender indivíduos envolvidos com a criminalidade.
De acordo com o tenente Ramon Alves, quando a Polícia chegou a Raiz, na tarde de hoje, os comparsas de Leonardo fugiram. Ao consultar o nome do suspeito, foi constatado que ele tem quatro passagens pela polícia pelos crimes de roubo, tráfico de drogas e corrupção de menores.
“Ele é um indivíduo envolvido com uma organização criminosa. Nós conseguimos prendê-lo e, com certeza, mais prisões devem acontecer durante a operação saturação nos bairros da zona sul e borte, desencadeada desde as primeiras horas da manhã de hoje. A polícia está nas ruas para manter a segurança dos cidadãos”, afirmou.
O reforço de operações segue determinação do secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates. Sobre vídeos que estão circulando em redes sociais, de criminosos portando armas em via pública, todas as medidas estão sendo tomadas para identificar e prender os envolvidos.
Sobre boatos que uma escola na zona Sul teve as aulas interrompidas por conta das ameaças, a PM informa que as aulas foram suspensas por problemas elétricos no colégio.
“Estão circulando varios vídeos nas redes sociais, tentando aterrorizar a população. Nós pedimos que as pessoas não compartilhem isso, pois só causa medo”, disse o tenente da PM.

Deixe um comentário


TEXTO

%d blogueiros gostam disto: