Encontro pretende avaliar os “13 anos do Programa Bolsa Família” no Amazonas

Encontro pretende avaliar os “13 anos do Programa Bolsa Família” no Amazonas

Buscando conhecer o potencial da região, no sentido de suscitar alternativas que ampliem a capacidade protetiva das famílias amazônidas, bem como propiciar a materialização da política pública de Assistência Social Estadual, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) realiza no período de 29 a 31 de março, das 8h às 17h, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (avenida Constantino Nery, s/nº, bairro Flores), o II Encontro Intersetorial dos Coordenadores Municipais do Programa Bolsa Família e Cadastro Único.

O encontro será destinado aos gestores do Programa Bolsa Família (PBF) e aos coordenadores da Saúde e Educação do PBF municipais, totalizando um público de 200 técnicos dos 62 municípios do Amazonas.

“É de fundamental importância que as equipes municipais estejam aptas a trabalhar com todos os elementos que envolvem o PBF e o Cadastro Único, para que as ações resultem em uma melhor qualidade de vida das famílias amazonenses”, afirmou a secretária executiva da Seas, Jane Mara Moraes.

Durante a abertura, ocorrerá a exposição de um painel sobre os “13 anos de Bolsa Família: um olhar intersetorial do PBF”, que pretende apresentar os avanços e desafios na área social.

De acordo com os dados de fevereiro de 2017, da Secretaria responsável pela avaliação e pelo monitoramento de políticas, programas, projetos e serviços do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (SAGI/MDSA), o estado do Amazonas possui 381.979 famílias beneficiadas pelo PBF que precisam ser acompanhadas, e 583.440 famílias no Cadastro Único que precisam ser inseridas em programas sociais.

Atualmente, os benefícios do Programa Bolsa Família representam uma cobertura de 115,6% da estimativa de famílias pobres no Amazonas. Essas famílias recebem benefícios com valor médio de R$ 224,06 e o valor total transferido pelo governo federal já ultrapassou os R$ 85 milhões.

Neste segundo encontro, também serão ministradas palestras abordando o fator amazônico e a utilização das antenas do Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM) para a viabilização da internet nas áreas mais longínquas do estado.

“É importante considerarmos as peculiaridades da região e o difícil acesso aos beneficiários no Amazonas, a fim de superarmos as dificuldades e atingirmos os objetivos do Programa”, enfatizou Salomé Coelho, coordenadora estadual do Cadastro Único e Programa Bolsa Família.

Programa Bolsa Família – O Bolsa Família foi responsável por tirar cerca de 36 milhões de pessoas da linha da pobreza desde 2003. Sob a gestão do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o objetivo do programa tem como desafio contribuir para a redução da pobreza e da fome no País, através de três eixos principais de atuação: diminuição imediata da pobreza, por meio da transferência de renda às famílias; reforço do direito ao acesso das famílias aos serviços básicos nas áreas de saúde, educação e assistência social, por meio das condicionalidades, o que contribui para as famílias romperem o ciclo da pobreza entre gerações; integração com outras ações e programas dos governos, nas suas três esferas, e da sociedade para apoiar as famílias a superarem a situação de vulnerabilidade e pobreza.

Hoje, o benefício chega a 13,9 milhões de famílias, atingindo quase um quarto da população brasileira. Outro dado revela que mais de 90% das pessoas inscritas no programa são mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *