Ex diretor do IMTRANS/Tefé é preso por estupro de vulnerável de enteada e filha de 10 meses de idade

17 de junho de 2020 14:140 comentários

O agente de trânsito, Rafael de Castro Nery, 38, foi preso na manhã desta terça-feira (16), na casa da sua irmã, que fica na Rua Abóbora do Mato, 100, Comunidade Val Paraíso, Bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Ele era foragido da justiça por ter comedido crime de estupro de venerável contra a filha de 10 meses e a enteada de 12 anos, em outubro de 2019, no município de Tefé (575 quilômetros em linha reta da capital Manaus).

Segundo informações da Chefe de Investigação do 25º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Danyelle dos Santos, foi recebido o mandado de prisão em nome de Rafael, vindo Vara Criminal da comarca de Tefé. Os policiais civis, chefiados pelo Delegado Márcio André, titular do 25º Dip, iniciaram as buscas por Rafael. “Nós fomos em vários locais, ele ficava trocando de endereço, mas na manhã desta terça-feira, por volta das 7h45 da manhã, nós conseguimos encontrá-lo na casa da sua irmã, no Val Paraíso”, disse a chefe de investigação.




A chefe de investigação contou que o crime foi cometido no mês de outubro do ano passado no município e Tefé. Rafael teria dopado a mãe das crianças, e quando ela dormiu, foi até o quarto da filha e enteada e cometeu os abusos. A enteada tinha 12 anos de idade e a filha apenas 10 meses de vida no dia que foi realizado o estupro. Os exames feitos em ambas comprovaram que elas foram abusadas sexualmente.

Rafael Nery, é funcionário público no município de Tefé, onde trabalhava como agente de transito. Em 2017 foi nomeado diretor do Intrans, pelo prefeito Normando Bessa. Após o crime, ele informou que precisava vir à capital Manaus para fazer uma cirurgia nos olhos. Ficou foragido por 8 meses até ser encontrado pela polícia.
Após a realização de exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), Rafael Nery será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

*Com informações do D24AM

Deixe um comentário