Gari que estava em liberdade provisória é executado com 8 tiros na Compensa

Gari que estava em liberdade provisória é executado com 8 tiros na Compensa

O gari José Geovane Monteiro da Silva, 25, conhecido como “Batata” foi executado com 8 tiros, ontem (1º), na Rua Joaquim Barreiro, Bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, apos deixar a filha de 1 ano e 4 meses na casa da mãe.

Segundo a mãe da criança, uma jovem de 15 anos, “Batata” deixou a criança com ela e entrou no carro, quando fazia a manobra um homem de motocicleta parou do lado do carro e pediu para ele baixar o vidro e efetuou os disparos, depois fugiu.

A vitima estava em liberdade provisória e respondia a um homicídio ocorrido no município de Barcelos (distante 405 quilômetros de Manaus).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *