Grupo de trabalho discute estratégias para proteção dos periquitos na avenida Efigênio Salles, em Manaus

29 de maio de 2019 20:520 comentários

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) reuniu, nesta quarta-feira (29/05), os membros do recém-criado Grupo de Trabalho (GT) para discutir medidas e estratégias para proteção dos Periquitos-de-asa-branca (Brotogeris versicolurus) que revoam na avenida Efigênio Salles, zona centro-sul de Manaus.



 

O GT foi criado como parte da estratégia da Sema de criação de políticas para garantir o bem-estar animal. A situação dos periquitos é uma das prioridades para a Sema.

Os animais passaram a ser mais encontrados na zona urbana da capital a partir de 2011, e nos períodos de novembro a março utilizam as árvores da avenida para dormir. O periquito é uma espécie da várzea e estima-se que 12 mil pássaros passem pelo local.

 

De acordo com a assessora de Educação Ambiental da Sema, Dayse Campista, o grupo iniciará as atividades com a definição de uma estratégia viável para preservação da espécie. “Buscaremos medidas para diminuir o atropelamento e reverter esse quadro negativo de maneira educativa”, explicou.

 

Campanha educativa – Entre os encaminhamentos discutidos na reunião estão a promoção de campanha educativa para a conscientização da população, placas para redução de velocidade na avenida, além da manutenção das árvores através de podas frequentes.

 

Órgãos integrantes – O grupo de trabalho é coordenado pela Sema e conta com a participação de representantes do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Comissão de Meio Ambiente, Recursos Naturais, Sustentabilidade e Vigilância Permanente da Amazônia da Câmara Municipal de Manaus (Commaresv), Wildlife Conservation Society (WCS), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Caama/Aleam), Condomínio Efigênio Salles e Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Deixe um comentário


TEXTO

%d blogueiros gostam disto: