Mauro Teixeira cobra ativação 24 horas da 18ª CICOM

Mauro Teixeira cobra ativação 24 horas da 18ª CICOM
MANAUS, 07/11/17 VEREADOR MAURO TEIXEIRA (PODE) DURANTE SESSAO PLENARIA DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

Nesta terça-feira (07) o vereador Mauro Teixeira (PODE) falou no pequeno expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) sobre a situação em que se encontra a 18ª Companhia Interativa Comunitária (CICOM) da zona norte, sem atendimento às noites nem aos finais de semana. Ele destacou seu papel como parlamentar mediando as reivindicações das comunidades que vivem uma dura realidade por conta da insegurança.

“Estou fazendo o meu papel como vereador, levando as demandas das comunidades da zona norte no tema de segurança, sabemos do esforço do secretario de Segurança Publica do Amazonas que lançou nos últimos dias o Programa Ronda do Bairro repaginada, mas temos que dizer que os dados oficiais distanciam da realidade vivida pelos moradores na zona norte de Manaus”, salientou o vereador Mauro Teixeira.

RESULTADO

Segundo o vereador Mauro Teixeira a realidade de insegurança pela que atravessam diariamente as pessoas que moram na zona norte é terrível e disse “na maioria são jovens atingidos pelos assaltos ou cometidos pelos mesmos e temos que dar alternativas, trabalhar de forma integrada para que os resultados na segurança sejam realmente alcançados, a nossa proposta é apresentar experiências de outros lugares que podem servir aqui como exemplo o aproveitamento da disposição de oficiais e praças interessados em contribuir com o desporto. Mas é imprescindível integrar o trabalho entre SEAS, SEJEL e SSP, secretarias estratégicas para o sucesso da proposta indicada”.

O parlamentar chamou atenção para a situação da 18º CICOM e a demanda das comunidades para que o atendimento seja efetivo as noites e nos finais de semana que é quando mais precisa a população, coisa que não acontece agora. “Os dados apresentado referentes à diminuição de crimes ou casos de insegurança não condizem com a realidade em Manaus, temos que inovar com alternativas, trabalhar junto às comunidades para realmente poder avançar”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *