Ministro da Economia garante celeridade na liberação dos U$ 150 milhões do Banco Mundial para Manaus

Ministro da Economia garante celeridade na liberação dos U$ 150 milhões do Banco Mundial para Manaus
refeito Arthur Virgílio e Senador Omar Aziz em reunião com ministro da Fazenda Henrique Meirelles para a liberação do empréstimo do banco mundial, no valor de 150 milhões de dólares. O ministro assegurou que vai dar agilidade ao processo de empréstimo para que a assinatura final aconteça na semana que vem e em no máximo 10 dias o Banco Mundial deve repassar o valor a Manaus, inclusive com uma solenidade em Manaus.Fotos: Divulgação.

(Brasília–DF) – Ainda em Brasília, o prefeito Arthur Virgílio Neto, acompanhado do senador Omar Aziz e do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, esteve reunido nesta quinta-feira, 9, com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que garantiu agilidade na parte final da liberação do empréstimo do Banco Mundial no valor de U$ 150 milhões.

Mais uma vez o prefeito destacou a abertura e o respeito que encontrou em Brasília por parte de todos os ministros com quem conversou, e principalmente no Ministério da Fazenda.

Arthur explicou, ainda, que após reunião com o procurador da Fazenda Nacional, Paulo Magaldi, na última terça-feira, 7, ficou acertado o envio de um parecer final, para assinatura de Meirelles, que permitiria a liberação dos recursos por parte do Banco Mundial.

“Chegamos à reta final, ao momento em que se cumpre a etapa mais burocrática, que necessita da assinatura do ministro. Ele nos garantiu que segunda-feira estará resolvido, pois reconhece que Manaus precisa desse empréstimo. Tenho certeza que pelas medidas que o ministro está tomando teremos boas surpresas na economia em 2017”, disse Arthur ao lembrar que esse dinheiro, uma vez liberado, irá reforçar a infraestrutura de Manaus.

Sobre a apresentação de outros projetos, o prefeito acredita que muitos serão aprovados por serem bastante coerentes com a realidade do Brasil. “Encaminhamos projetos de baixo custo financeiro, porque o País está literalmente quebrado. Temos que ser realistas, pois há pouco dinheiro para coisas grandes. E aqui vi muita boa vontade conosco nos ministérios em que passei”, enfatizou.

Para o senador Omar Aziz, essa abertura de diálogo com o Governo Federal enriquece toda e qualquer negociação para driblar esse momento de crise. “Temos que encontrar juntos soluções para nos mantermos de pé. O Amazonas tem que parar de sofrer duplamente com essa crise e Manaus deve continuar com o projeto de trabalho que está desenvolvendo”, afirmou.

Também participaram da reunião, o procurador-geral da Fazenda Nacional, Fabrício da Soller, a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, o secretário de finanças do município, Ulisses Tapajós e a coordenadora de projetos, Natacha Miwa.

O empréstimo de U$ 150 milhões será aplicado nas áreas de infraestrutura e no equilíbrio fiscal da Prefeitura de Manaus. A solenidade final da assinatura acontecerá em Manaus, ainda neste mês, contando com a presença de representantes do Banco Mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *