MPE faz operação e prende quatro empresários envolvidos em corrupção em Santa Izabel do Rio Negro

MPE faz operação e prende quatro empresários envolvidos em corrupção em Santa Izabel do Rio Negro

Quatro empresários foram presos durante a operação Timbó 2/ Zagaia , realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE), nesta sexta-feira, 12, para combater ações de corrupção de um grupo empresarial envolvido num esquema que fraudou os cofres públicos no município de Santa Isabel do Rio Negro, através de fraudes em licitações entre os anos de 2013 e 2016.

Com apoio de policiais da Secretaria de Estado de Segurança Púbica do Amazonas (SSP/AM), o Ministério Público está cumprido quatro mandados de prisão temporária, dois mandados de condução coercitiva e oito mandados de busca e apreensão. Todos os empresários e políticos que participaram do esquema responderão na Justiça pelos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e corrupção ativa e passiva.

A Assessoria de Comunicação do MPE só havia divulgado no começo da manhã, o nome de um empresário preso, Thiago Guilherme Calire Queiróz, proprietário da Construtora Calire – Nortepetro Construções e Comércio de Combustíveis. Os outros três empresários presos na Operação Timbó 2 – Zagaia, devem ter seus nomes divulgados durante entrevista coletiva que deve acontecer tão logo a ação seja encerrada, segundo informou a Assessoria de Comunicação do Ministério Público.

O esquema de corrupção identificado no começo de 2013 através de fraudes nas licitações públicas em Santa Isabel do Rio Negro, teria desviado cerca de R$ 17 milhões da prefeitura daquele município, distante 630 Km de Manaus. Na primeira edição da Operação Timbó, realizada pelo MPE no dia 10 de maio deste ano, o prefeito Mariolino Siqueira (PDT), foi preso, juntamente com dois secretários municipais, acusados de liderar o esquema de corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *