MPT, OIT, CSOAM e Amazon Produções assinam termo de compromisso para capacitação de PCd’s no Amazonas

MPT, OIT, CSOAM e Amazon Produções assinam termo de compromisso para capacitação de PCd’s no Amazonas

Na manha desta quinta-feira (16) o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), selaram o termo de compromisso de apoio na realização do Projeto Social “Qualificar para Incluir” em parceira com o Centro de Saúde Ocupacional da Amazônia (CSOAM) e Amazon Produções, no prédio do Ministério Público do Trabalho, localizado na Avenida Mario Ypiranga, zona Centro-Sul da capital.

A assinatura do termo contou com a presença do Procurador-Chefe do Ministério Público do Trabalho no Amazonas e Roraima (MPT-AM/RR), Jorsinei Dourado do Nascimento, Luiz Machado da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Flávia Palhares do Centro de Referência de Saúde do Trabalhador (CEREST), Simone Santana Fiscal da SRTE, e da Procuradora do Ministério Público do Trabalho Cirlene Luiza Zimmermann, responsável pela pauta da reunião que culminou com a assinatura do termo de compromisso entre ambas as entidades.

O Centro de Saúde Ocupacional foi representado pelo médico do trabalho Dr. Cleverson Redivo e a Sr. Luciana Oliver da Amazon Produções e equipe técnica. O projeto visa nessa primeira fase o curso de Língua Portuguesa para deficientes auditivos, qualificando e capacitando os participantes para o mercado de trabalho, uma vez que a língua materna e oficial da comunidade surda é a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

“ Temos desde 1991 uma Legislação prevendo a inclusão das pessoas com deficiências no mercado, entretanto percebemos que ainda não existe uma sensibilização por parte das empresas da importância dessa inclusão e geralmente acaba caindo na falta de qualificação dos funcionários. Então no momento que se faz um projeto como esse, que visa qualificar para incluir a gente faz essa aproximação entre as pessoas com a deficiência e as empresas. Acredito que esse projeto possa ser replicado em outros estados” Enfatizou a Procuradora.

Para Luiz Machado representante da OIT, o projeto é de extrema importância para os PCD’s que necessitam de qualificação profissional “Para a OIT a Inclusão das Pessoas com Deficiência no mundo do trabalho com qualificação e responsabilidade é muito importante. O cumprimento das cotas não deve ser o único motivo das contratações, e sim, fazer a verdadeira inclusão. Essa comunidade carece de estrutura curricular e educacional desde os primeiros anos. Assim estarão preparados para o futuro, e as empresas prontas para fazer a parte delas”. Declarou Luiz.

A matrícula do curso de Língua Portuguesa para Surdos terá início no dia 25 de novembro no Centro de Saúde Ocupacional da Amazônia, localizado na Avenida Rodrigo Otávio 4645, Japiim I. Para mais informações acesse o site www.amazonproducoes.com ou ligue para 3232-0480.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *