Na abertura dos JUA’s, presidente da Faud revela interesse de sediar os Jogos Universitários Brasileiros em 2017

Na abertura dos JUA’s, presidente da Faud revela interesse de sediar os Jogos Universitários Brasileiros em 2017

Com a presença de 11 instituições de ensino superior, foi realizado na noite desta sexta-feira, 3, no Ginásio Poliesportivo Renné Monteiro, na Avenida Constantino Nery, bairro são Geraldo, zona Centro-Sul da cidade, a solenidade de abertura dos Jogos Universitários do Amazonas (JUA’s) 2016. A programação contou com juramento do aleta, com Caline Neves, do basquete feminino do Ciesa, juramento da arbitragem, Andreza Azevedo do futsal, além da execução do Hino Nacional Brasileiro e apresentação especial das alunas de ginástica rítmica do Centro Educacional Adalberto Vale.

A competição é uma realização da Federação Amazonense Universitária de Desportos (Faud), com apoio da Prefeitura de Manaus, Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel) e H.I. Confecções. As modalidades são seletivas para os Jogos Universitários Brasileiros (JUBS), que será realizado em Cuiabá, de 3 a 13 de novembro.

A presidente da Federação Amazonense Universitária de Desporto (Faud) Lilian Valente, disse que apesar de toda adrenalina da abertura, ela ficou satisfeita com resultado final, mas acima de tudo com a possibilidade da cidade de Manaus sediar no próximo ano, a edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBS).

– Nossa ideia é demostrar a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) que nós temos capacidade, estrutura física e pessoal para realização do evento, em Manaus. Nós estávamos nessa semana muito envolvidos com a programação da Liga de Desporto Universitário de Lutas. A meta é realizarmos uma boa competição e mostrarmos que temos competência para pleitear em 2017 o JUBS. Acredito que a cidade de Manaus precisa demonstrar que tem condições de ter uma competição brasileira universitária. Precisamos sensibilizar as instituições universitárias para incentivar o esporte na própria instituição de ensino para nós trazermos eventos nacionais.

O Secretário da Sejel, Fabricio Lima, acompanhou a abertura dos jogos, mas afirmou o interesse do Estado do Amazonas de sediar os JUBS na cidade. Para ele, seria algo importante e significativo para o desporto local, além de massificar mais ainda o desporto no meio universitário.

– É um sonho nosso que pretendemos realizar em breve de trazer os Jogos Universitários Brasileiros para Manaus, fazer com que ele possa acontecer, além de crescer e aparecer de uma vez por todas na cidade. Os jogos movimentam durante uma semana milhares de pessoas, por exemplo, em Blumenau chegou a movimentar quase R$ 10 milhões, ou seja, é uma ferramenta de combate à crise, de movimentação da nossa economia e de congraçamento do esporte amazonense. Com isso, diminuindo essa situação nossa geográfica de sair daqui para jogar fora, mas fazer o contrário em receber outros Estados na cidade e fazer uma grande competição no ano que vem.

Convidada para assistir à cerimônia de abertura, a coordenadora da divisão de esporte, cultura e lazer da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Kleia Santos, fez questão de ressaltar a importância dos jogos não apenas na parte competitiva, mas na confraternização de todos os universitários.

– A abertura para mim sempre foi uma emoção muito grande. Os jogos não é apenas a questão física do esporte, mas sim esse congraçamento de todos juntos, além de saber que a Liga de Desporto Universitário de Lutas será em Manaus, o que dará um incentivo a mais na prática do desporto. A Ufam vai participar da Liga, mas vamos seguir em frente de buscar melhorias para o desporto amazonense universitário. (Paulo Rogério)

Fotos: Paulo Rogério

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *