Outras Notícias

Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

11 de fevereiro de 2019 12:020 comentários
Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

O jornalista Ricardo Boechat, da TV Bandeirantes e da rádio Band News, morreu na manhã desta segunda-feira (11) em São Paulo. Ele era um dos dois passageiros que estavam no helicóptero que caiu sobre um caminhão no Rodoanel, na região da Via Anhanguera. A outra vítima é o piloto, ainda não identificado.

A informação do óbito foi confirmada pelo governo do estado e pela Bandeirantes.



A concessionária CCR Rodoanel Oeste, responsável pela administração da via, disse ainda que o motorista do caminhão ficou ferido e foi socorrido.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os corpos ficaram carbonizados. A aeronave era um Bell Helicopter, fabricado em 1975.

Os Bombeiros foram acionados às 12h14. De acordo com jornalistas da TV Band, Boechat estava a caminho de Campinas, no interior do estado de São Paulo, onde daria uma palestra, e voltaria para a capital ainda nesta segunda.

Boechat tinha 66 anos. Antes de trabalhar no Grupo Bandeirantes, ele passou pelos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil”. O jornalista também foi comentarista do telejornal “Bom Dia Brasil”, da TV Globo.

Representantes da Afeam e Sepror reúnem com produtores rurais em Rio Preto da Eva

Representantes da Afeam e Sepror reúnem com produtores rurais em Rio Preto da Eva

O  Governo do Amazonas, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e Secretaria de Estado de Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), tiveram uma reunião, na manhã de sábado (9), com empresários, associações, produtores rurais e fruticultores do município de Rio Preto da Eva. O objetivo foi levantar as demandas deste público em um dos sete municípios com postos de atendimento da Afeam que pode demandar crédito durante todo o ano.

Marcos Vinicius Castro, representante do acionista majoritário da Afeam, anunciou que o orçamento disponível para financiamentos em Rio Preto da Eva aumentou cerca de 120% em 2019. “Esse ano, a dotação orçamentária para o município é de R$ 900 mil, podendo ter flexibilização nesse valor. Estamos aqui para estreitar laços e contribuir com o desenvolvimento do Amazonas”, disse ele.



Para Petrúcio Magalhães Júnior, secretário da Sepror, um dos grandes desafios para o novo governo é o fortalecimento do setor primário. “O desafio é implementar ações de diversificação da matriz econômica do Estado e não mais ficar dependentes apenas do modelo Zona Franca. O setor primário tem muito a contribuir”, afirmou.

Em entrevista a uma rádio local, Marcos Vinicius destacou a parceria da Afeam com instituições como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM), que promove qualificação aos clientes do setor secundário e terciário da Agência, e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), que participa de todo o processo de seleção das pessoas que desejam ter acesso a um financiamento do setor primário.

O presidente da Faea, Muni Lourenço, também disse estar atento às dificuldades dos produtores e que está buscando mais parcerias para fortalecer o sistema. “Nosso objetivo é ser um facilitador entre o produtor rural e as instituições financeiras. Nesse desafio de interiorização do desenvolvimento não podemos abrir mão de nenhum produtor rural, que é honesto e muitas das vezes fica inadimplente por motivos alheios à sua vontade”, pontuou ele.

Ação itinerante de crédito – A Afeam, em parceria com o Idam e o Sebrae-AM, inicia as ações de crédito no interior do Estado na próxima segunda-feira, dia 11. Os primeiros municípios atendidos serão os da Calha do Alto Solimões: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí e Fonte Boa. Os clientes do setor rural devem procurar as unidades locais do Idam.

Veja – ‘Princesa do tráfico’ da praça 14, tem fotos intimas vazadas na web e viraliza

10 de fevereiro de 2019 06:440 comentários
Veja – ‘Princesa do tráfico’ da praça 14, tem fotos intimas vazadas na web e viraliza

Fotografias da intimidade de uma jovem conhecida no mundo do crime como “Princesa do Tráfico” vazaram nas redes sociais e grupos de WhatsApp esta semana, depois de sua prisão durante uma ação de policiais da 30ª Cicom, com dinheiro e porções de drogas.

As imagens mostram uma mulher morena, bastante jovem, cabelos longos, rosto bonito e bastante sensual.

A “Princesa do Tráfico” também aparece em momentos íntimos em cima de camas com pelo menos dois homens diferentes, e em alguns ambientes públicos com outros acompanhantes, levando a crer que tem namorados diferentes. As fotografias teriam sido encontradas em um telefone celular da “Princesa do Tráfico”.



Até com arma de fogo, no caso uma pistola 9 milímetros, a “Princesa do Tráfico” da Praça 14 de Janeiro exibe em cima de seu peito, em uma das fotografias encontradas em seu telefone celular.

IFAM distribui mudas de espécies frutíferas e florestais em Eirunepé

9 de fevereiro de 2019 14:240 comentários
IFAM distribui mudas de espécies frutíferas e florestais em Eirunepé

Na manhã deste sábado (09) um grupo de professores e estudantes do Ifam Campus Eirunepé, distribuíram mudas de espécies frutíferas e florestais a produtores rurais e comunidade em geral na Feira do Produtor, próximo aos CRAS.



Segundo o professor Marcos Simão, “todas as mudas de espécies frutíferas, madeireiras e ornamentais doadas aos produtores rurais de Eirunepé foram produzidas ao longo do ano de 2018 em atividades de ensino e pesquisa desenvolvidas pelo Eixo de Recursos Naturais do IFAM campus Eirunepé juntamente com os alunos da instituição.

Com o evento de hoje, completamos nosso tripé de sustentação baseado no ensino, na pesquisa e na extensão, levando o conhecimento à comunidade Eirunepeense”, finalizou o professor.

Foram entregues mudas de Biribá, Açaí, Buriti, Condensa, Limão, Andiroba, Pitiá e outros.

Novos equipamentos começam a ser montados em matadouro de Eirunepé

Novos equipamentos começam a ser montados em matadouro de Eirunepé

Prefeitura de Eirunepé começou a receber os equipamentos que serão implantados no novo matadouro público municipal. Vale ressaltar que o “novo prédio” já esta em fase final de acabamento e logo sera entregue para a população eirunepeense.

As novas ações que serão realizadas no matadouro de Eirunepé incluem ainda instalação dos equipamentos e treinamento de pessoal para manuseio. Programação esta que logo será divulgada pois o novo matadouro já está em fase final.



Os equipamentos e a construção do novo matadouro, foram adquiridos em parceria com o Governo do Estado, ação esta na gestão do Prefeito Raylan Barroso que através de “projetos” conseguiu trazer para Eirunepé equipamentos de última geração para a execução dos trabalhos no novo matadouro.

DPE-AM empossa três novos defensores públicos nesta segunda-feira (11)

DPE-AM empossa três novos defensores públicos nesta segunda-feira (11)

Com perfis alinhados à carreira de defensor, Rodolfo Lobo, Roberta Barbosa e Gabriela Andrade são os primeiros aprovados do concurso público realizado em 2018

Os três primeiros defensores aprovados no concurso realizado em 2018 pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) serão empossados no cargo na próxima segunda-feira (11). A cerimônia de posse, presidida pelo defensor público geral, Rafael Barbosa, será às 10h, no auditório da sede do Governo do Amazonas, localizada na avenida Brasil, 3259, bairro Compensa, zona oeste de Manaus.

Rodolfo Lobo, Roberta Barbosa e Gabriela Andrade irão, inicialmente, atuar no Polo Zeca Pontes, instalado pela DPE-AM em Parintins para assistir a população do Baixo Amazonas. Durante esta semana, eles participaram das primeiras aulas do curso de iniciação à carreira para defensores públicos que aborda, entre outros temas, a organização e atuação da DPE-AM. A formação termina na próxima sexta-feira (15) e conta com aulas ministradas por defensores públicos, entre eles o vice-governador e secretário estadual de saúde, defensor Carlos Almeida.



Confirmaram presença na cerimônia de posse o governador do Amazonas, Wilson Lima; o vice-governador, defensor Carlos Almeida; a presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Amazonas (Adepam), Kanthya Miranda; o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Yedo Simões; o secretário geral do Ministério Público do Estado (MPE-AM), Alberto Nascimento; o procurador-geral da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Roberto Nakajima Fernandes; e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy.

O defensor público geral, Rafael Barbosa, avalia a chegada de três novos defensores como fundamental para o crescimento da DPE-AM.

“A posse deles significa muito para a defensoria porque confirma que nós estamos também crescendo no número de defensores e isso é importante para abranger todo o estado do Amazonas. Eles são os três primeiros colocados do concurso realizado durante a minha gestão e irão, incialmente, atuar em Parintins. A nossa meta é continuar com os pés no chão, avaliando as condições orçamentárias para que possamos realizar novas nomeações em 2019”, destaca Barbosa.

Homologado no final de 2018, o concurso público da DPE-AM oferecia 25 vagas para defensores públicos e teve 59 aprovados de um total de 3.026 inscritos.

 Para a presidente da Adepam, Kanthya Miranda, a atuação dos novos defensores no interior será crucial para o fortalecimento da instituição. “A chegada deles é um caminho para essa interiorização, que é uma necessidade. O povo do interior é um povo que precisa do nosso atendimento”, ressalta.

Identificação com a Defensoria Pública

A história de vida dos três novos defensores públicos do Amazonas revela perfis identificados com os objetivos da defensoria. Roberta Barbosa, que é de Porto Alegre (RS), prestava concursos para a defensoria pública há seis anos e também foi aprovada em certames na Bahia e em Alagoas.

“Desde quando eu cheguei para fazer as provas, me senti muito bem acolhida no Amazonas. Eu me surpreendi com a defensoria local porque com uma estrutura pequena consegue realizar tantos atendimentos em um estado do tamanho do Amazonas. Além disso, dos servidores aos defensores, todos aqui estão engajados em levar assistência a quem precisa. Eu espero, com meu trabalho, ajudar no crescimento da DPE-AM”, afirma.

Assim como Roberta, Gabriela Andrade era concurseira há três anos e deixou Salvador para vir trabalhar no Amazonas. “Eu enxergo na Defensoria Pública uma luz dentro do Direito. A expectativa para o trabalho aqui é a melhor possível. A defensoria transforma vidas e eu espero aqui ser também uma agente de transformação social. O que a gente quer é ir para o interior, buscar a interiorização da instituição”, comenta.

Rodolfo Lobo era advogado de movimentos sociais em Goiás há quatro anos. Ele também foi aprovado em concurso para defensor público no Amapá, mas conta que escolheu o Amazonas porque percebeu um alinhamento entre seu pensamento e o que busca a Defensoria Pública do Estado.

“A defensoria tem um contato direto, de empatia e atua tanto judicialmente como extrajudicialmente. Eu espero contribuir com isso, principalmente, atendendo as minorias e pessoas que não têm acesso aos seus direitos. Durante a entrevista no concurso, percebi o alinhamento entre o que busco como defensor e a Defensoria”, destaca.

Diretor do Detran-AM é eleito vice-presidente da AND

8 de fevereiro de 2019 23:060 comentários
Diretor do Detran-AM é eleito vice-presidente da AND

O diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas, Rodrigo de Sá, foi eleito, na última quinta-feira (07/02), vice-presidente região norte da Associação Nacional dos Detrans (AND), durante eleição que escolheu os novos membros de Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da entidade.

A eleição ocorreu na sede do órgão, em Brasília, DF, e contou a presença dos dirigentes máximos de órgãos e entidades estaduais de trânsito de todo o Brasil. A programação segue até esta sexta-feira (08/02) com a 64° Encontro Nacional dos Detrans (END).



Dentro da composição da AND, a vice-presidência regional configura a maior representatividade da região. A AND é composta pela presidência, vice-presidência e pelos vice-presidentes regionais. A eleição de Rodrigo significa que o Amazonas será o grande expoente e articulador da região norte no que tange ao desenvolvimento de políticas públicas de trânsito para a região.
Protagonismo – De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, a conquista da vice-presidência regional significa dizer que o Amazonas irá interceder pela região norte junto aos órgãos pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito. Rodrigo ressalta que com a eleição o Amazonas recupera o protagonismo na participação efetiva na AND.

 

“É com muita satisfação que eu recebo essa notícia. Foi uma eleição apertada, mas o Amazonas foi reconhecido como um grande protagonista e que pode sim criar políticas públicas viabilizar ideias pra que a gente consiga levar melhorias para o trânsito da região norte”, ressaltou Sá.

Agenda prioritária – O 64º Encontro tem como objetivo principal realizar a transição do comando institucional da entidade e a elaboração da agenda prioritária para o próximo biênio, inclusive promovendo a discussão e avaliação do novo cenário político e regulatório do setor. O Encontro tem como pauta as recentes mudanças, no âmbito federal, das estruturas decisórias relacionadas às políticas públicas de trânsito e os possíveis impactos para os Departamentos Estaduais.

A presidência do órgão ficou com Larissa Abdalla, do Detran-MA, e a vice-presidência com Lucio Gomes, do Detran-BA. Durante o evento também serão discutidos assuntos acerca do conteúdo normativo das Resoluções mais recentes, de modo a prospectar interlocuções com autoridades e colaborar para o aperfeiçoamento, padronização e aplicação destas.

Polícia Civil incinera mais de 5 kg de crack em Manacapuru

Polícia Civil incinera mais de 5 kg de crack em Manacapuru

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital, sob o comando do delegado Rodrigo Torres, titular da unidade policial, realizou no lugar, na tarde de quinta-feira (07/02), por volta das 15h, a incineração de 5,2 quilos de crack, apreendidos no dia 7 de novembro deste 2018.

O procedimento aconteceu na Olaria Praiano, localizada na alameda Camila D’Ângelo, em Manacapuru. De acordo com a autoridade policial, a droga queimada foi apreendida no dia 7 de novembro deste 2018. Na ocasião, quatro infratores foram presos: Edmar Ferreira Barcelar, 28; Enos Fernandes de Souza, 32, conhecido como “Barriga”; Marcelo Pereira Porto, 25, e Pedro Arcanjo Fagundes, 33, o “Pedrinho”.



A incineração foi autorizada pelo juiz Edson Rosas Neto, da 1ª Vara de Manacapuru, e foi acompanhada pelo promotor de Justiça daquele município, José Augusto Taveira Junior, além do representante da Vigilância Sanitária de Manacapuru, Ilson Freitas Nunes.

Conforme o delegado, o material incinerado é resultado de um trabalho policial eficaz no lugar. “Por meio dessa ação, demos uma resposta positiva para a população, retirando de circulação essa droga do município”, declarou Torres.

Polícia Militar apreende drone usado para entregar entorpecentes em Autazes

Polícia Militar apreende drone usado para entregar entorpecentes em Autazes
Policiais militares apreenderam um drone utilizado por criminosos para entregar entorpecentes no município de Autazes (a 125 quilômetros de Manaus em linha reta). Por volta das 10h desta sexta-feira (08/02), os policiais interceptaram o equipamento no bairro Mutirão, durante uma entrega da droga.
O tenente Mamed e os sargentos Aldenir e Sérgio Farias atenderam a ocorrência e informaram que o aparelho foi interceptado após denúncias.


Quando o equipamento pousou, os policiais militares encontraram, acoplado ao drone, uma porção de maconha. A equipe foi até a casa do operador do aparelho, mas ele fugiu. No local, foram encontradas uma balança de precisão e outros objetos e apetrechos usados para refino e comercialização de drogas. O suspeito é procurado pela polícia.
 
O drone e os outros materiais apreendidos foram entregues na delegacia de Polícia Civil do município de Autazes.

Incubadoras apoiadas pela Fapeam receberão visitas técnicas para certificação do modelo Cerne 2

Objetivo é verificar se estão devidamente aptas à certificação

Objetivo é verificar se estão devidamente aptas à certificação

 
Os técnicos da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) estarão em Manaus, no período de 11 a 13 de fevereiro, para visita técnica em cinco incubadoras contempladas no Programa de Apoio à Incubadoras (Pró-Incubadoras), edital N°019/2014, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).
Participam do programa as incubadoras do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (Cide), Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).


O programa iniciou em 2014, com recursos para auxílio pesquisa e bolsas, com a finalidade de fomentar a estruturação de novas incubadoras e desenvolvimento de empresas de acordo com o Modelo de Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne).
Plataforma de soluções – Criada pela Anprotec, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Cerne é uma plataforma de soluções para ampliar a capacidade da incubadora em gerar sistematicamente empreendimentos inovadores bem sucedidos.
As visitas técnicas de avaliação dos resultados finais serão realizadas, em cada incubadora, com o objetivo de verificar se estão, devidamente, aptas à certificação, mediante o Modelo Cerne. O modelo adota níveis de maturidade que representam um passo da incubadora em direção à melhoria contínua: Cerne 1,2,3 e 4.
Segundo a Anprotec, a incubadora de empresa tem objetivo de oferecer suporte a empreendedores para que possam desenvolver ideias inovadoras e transformá-las em empreendimentos de sucesso.
Em Manaus, a visita é para comprovação do modelo Cerne 2, nas incubadoras participantes do Pró-Incubadora, cuja a importância é a elevação do nível do Estado, no sentido de desenvolvimento regional de melhorias, especialmente em relação à qualidade do processo de incubação de empresas.
Anprotec – Criada em 1987, a Anprotec atua por meio da promoção de atividades de capacitação, articulação de políticas públicas e geração e disseminação de conhecimentos.

Adaf trabalha no controle de morcegos hematófagos em zona rural de Manaus

Adaf trabalha no controle de morcegos hematófagos em zona rural de Manaus

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), vem trabalhando, dentro das diretrizes do Programa Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no controle de morcegos hematófagos, em zona rural de Manaus, especificamente na comunidade Novo Jerusalém, localizado no Mindipiaú.

De acordo com o coordenador do PNCRH, Arthêmio Coelho, durante a ação, a equipe realizou atividades relacionadas a medidas de vigilância e prevenção e controle da raiva em nove propriedades rurais, na distância de um raio de 25 quilômetros da ocorrência de ataque de morcegos hematófagos na comunidade de Novo Jerusalém, em janeiro.



Nove morcegos hematófagos foram capturados, sendo que seis foram tratados com pasta vampiricida e soltos para fazer o controle populacional da colônia de origem. Já em três morcegos foi realizada a coleta de materiais para análise laboratorial, com o intuito de verificar circulação viral da raiva.

“Esta ação foi estratégica e importante. Nossa equipe esteve mobilizada preventivamente realizando o bloqueio vacinal, no sentido de evitar contaminação em animais de produção, podendo causar prejuízo à pecuária local e à saúde pública”, comentou.

Educação sanitária – Na comunidade, a equipe desenvolveu um trabalho de educação sanitária direcionada aos produtores rurais e aos alunos da comunidade sobre a prevenção da raiva em herbívoros e reforçou para que a população de modo geral, caso identifique a existência de abrigo de morcegos e mordidas em animais de produção, notifique a Adaf.

“Pedimos a todos que comuniquem a Adaf, seja por qualquer unidade no interior do Amazonas”, comentou Arthêmio.

A Ação teve início no dia 28 de janeiro e encerrou na última terça-feira (05/02) e contou com o apoio do coordenador estadual do PNCRH, Arthêmio Coelho, a equipe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAV) da Adaf, na capital e do município de Careiro da Várzea e mais dois estagiários de medicina veterinária.

Outras atividades- Atividades voltadas para o controle da febre aftosa também foram realizadas na região. Mais 21 bovinos que não foram vacinados na última campanha “Amazonas sem Febre Aftosa” foram imunizados. Além disso, foi realizada a vigilância ativa de patas e bocas em bovinos de 6 a 24 meses.

Tefé recebe terceira oficina regional para elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos

Tefé recebe terceira oficina regional para elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) realizou, na quinta-feira (07/02), a terceira oficina regional do processo de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH/AM). O evento aconteceu no Hotel Oliveira, centro de Tefé (a 523 km de Manaus em linha reta) e apresentou os diagnósticos da situação atual dos recursos hídricos do Estado, prognóstico e proposição dos cenários futuros para a área.
Durante os encontros, são discutidos os pontos principais para elaboração do PERH, instrumento de gestão que orientará a implementação da política de recursos hídricos, definindo as diretrizes para utilização das águas, bem como medidas para sua proteção e conservação, de modo a garantir sua disponibilidade – em quantidade e qualidade adequadas – para os diferentes usos.


 
A elaboração do PERH/AM tem previsão para término em abril deste ano com a conclusão das metas III e IV. Como produto final será elaborado minuta de anteprojeto de lei e respectiva regulamentação a ser encaminhada a Assembleia Legislativa do Estado.
 
O encontro reuniu secretarias municipais de Meio Ambiente de municípios do Médio e Baixo Amazonas, representantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o Instituto Mamirauá, Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de representantes de associações comunitárias locais.
Próximos encontros – O encontro já ocorreu em três regiões hidrográficas do estado, Parintins, Tabatinga e agora em Tefé. No próximo dia 13 (quarta-feira), o evento chega a Humaitá. As próximas oficinas acontecerão nos municípios de Autazes, São Gabriel da Cachoeira, Boca do Acre, Eirunepé e na capital de Manaus, onde será lançada a apresentação do texto final do Plano.
A elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos do Amazonas é um importante instrumento de gestão constante na política estadual de recursos hídricos e fruto de parceria entre o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Sema, com recursos do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA).

Governo do Amazonas negocia  75% da dívida do plano de saúde dos servidores da educação

????????????????????????????????????

Em um mês, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) e Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM), negociou 75% da dívida deixada pela administração passada com a Hapvida, operadora dos planos de saúde dos servidores da educação. No total, já foram direcionados R$ 13,8 milhões para o pagamento das dívidas.

O pagamento da primeira parcela da dívida foi negociado ainda em dezembro, quando o governador Wilson Lima  assumiu o compromisso de quitar a parcela mais antiga, de agosto de 2018, assim que assumisse a administração do estado.



O atraso de quatro parcelas referentes aos meses de agosto, outubro, novembro e dezembro ocasionaram interrupções do serviço por parte da Hapvida. Agora, o objetivo, segundo o secretário de Educação, é garantir o pagamento de forma progressiva para continuar evitando transtornos aos professores, técnicos administrativos e demais servidores da educação.

Até agora, já foram quitadas três parcelas referentes aos meses de agosto, outubro e novembro de 2018. “Quando há suspensão é um prejuízo pessoal enorme. Temos servidores que dependem desse serviço, que estão em tratamento ou em deslocamento para consultas vindo do interior”, ressaltou Luiz Castro.

Da dívida deixada, está pendente somente o mês de dezembro, que será pago já no próximo mês. Segundo Luiz Castro, a quitação permite à administração pleitear melhorias para o serviço. “Um dos nossos objetivos é trabalhar pela melhoria do serviço no interior, expandir o atendimento e só conseguimos fazer isso se também estivermos cumprindo nossa parte enquanto contratantes”, explicou.

Polícia Civil prende dupla com drogas no bairro Cidade de Deus

Polícia Civil prende dupla com drogas no bairro Cidade de Deus

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Ricardo Cunha, titular da unidade policial, prendeu, em flagrante, ao longo de quinta-feira (07/02), Douglas Otávio Albuquerque Silva dos Santos, 19, e Marcelo Augusto Santos Araújo, 23. Ambos são acusados de envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

De acordo com a autoridade policial, as prisões ocorreram em via pública. Douglas foi preso às 17h, em um campo de futebol na rua Bem-te-vi, Comunidade Gustavo Nascimento. Já Marcelo Augusto foi preso às 18h30, na rua Ponta das Pedras, na Comunidade Alfredo Nascimento. Ambos endereços situados no bairro Cidade de Deus. Com a dupla, os policiais civis apreenderam substâncias ilícitas, objetos relacionados ao tráfico de drogas e quantia em dinheiro.



“Chegamos até os dois infratores após recebermos delações, feitas ao disque-denúncia do 13º DIP: (92) 99292-1015, informando a comercialização de drogas por naquela região. Durante as diligências, apreendemos com eles 12 trouxinhas e duas porções médias de cocaína; seis porções pequenas, uma porção grande e outra média de maconha do tipo de skunk, uma porção média de oxi, duas balanças de precisão e R$ 55 em espécie”, explicou Cunha.

Douglas Otávio e Marcelo Augusto foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Após os procedimentos cabíveis no 13º DIP, eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Cema já está sendo reabastecida

Cema já está sendo reabastecida
O abastecimento na Central de Medicamentos do Amazonas (Cema)  começa a ser normalizado dentro de 15 dias, segundo a previsão do coordenador do órgão, Antônio Paiva. É quando vai chegar o grande carregamento de insumos, adquirido pelo novo Governo. A remessa deverá garantir abastecimento de pelo menos 50% de todo o padrão das unidades, que hoje é de 12%.
A situação do desabastecimento e condições precárias da Cema foram mostradas pelo governador Wilson Lima, nos primeiros dias de sua gestão  e vem sendo tratada como prioridade pelo novo Governo.


“Os nossos processos de compra têm acontecido com muita velocidade, depois que a Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda) abriu o ano fiscal. Hoje, nós já empenhamos 99% dos produtos que estão em ata e as compras estão chegando num período de 20 dias, a partir de primeiro de fevereiro, que foi a data que pudemos empenhar”, explicou Antônio  Paiva.
Segundo o coordenador da Cema, os relatórios da transição entregues pelo governo anterior apontavam um abastecimento de 42%, porém, ao assumir e confrontar os dados com os  levantamentos in loco, percebeu-se que o total não chegava sequer a 25%.
Se contabilizarmos o abastecimento para três meses, que é o mínimo que deveríamos ter recebido do governo anterior, nosso abastecimento está em torno de 12%”, contou.
Paiva disse ainda que a nova gestão recebeu a Cema em “completo abandono”, situação evidenciada  na falta de itens, como soro e também de medicamentos que estavam estragando. O primeiro passo para garantir o funcionamento das unidades foi conversar com fornecedores e o planejamento emergencial. “Já tinha falta de medicamentos nas unidades e a gente teve que correr atrás de fornecedor local e pedir dele, aqueles que tinham ata de registro de preço conosco, para que fizessem o abastecimento imediato e antecipadamente”, disse.
Foram realizadas pela equipe da Cema reuniões pontuais para a atualização do padrão das unidades de saúde, o que não era realizado desde 2010, para que os produtos que não estavam sendo utilizados, e que consequentemente estavam sendo desperdiçados, não fossem comprados.
“Conseguimos reformular o padrão de todas as unidades da capital e, somente com a mudança de padrão, nós vamos ter uma economia de R$ 3 milhões por mês e R$ 36 milhões por ano, apenas não comprando medicamentos que não servem para a população e que estragavam. Então essa economia hoje já é real e está baseada no novo padrão Cema”, ressaltou o coordenador.
A Cema encontrou resistência por parte de fornecedores por falta de credibilidade, uma vez que o órgão devia mais de R$ 32 milhões. “Isso prejudicou muito o abastecimento imediato, porque foi um trabalho de convencimento muito grande. Até convencer os fornecedores a abastecer a Cema, demorou praticamente 20 dias”, pontuou Paiva.

Ouvidoria da Seduc-AM abre canais para ouvir demandas do interior

7 de fevereiro de 2019 11:540 comentários
Ouvidoria da Seduc-AM abre canais para ouvir demandas do interior

Ouvir demandas e solucionar as questões para a melhoria dos serviços prestados pela Rede Estadual de Ensino do Amazonas. Estes são os objetivos da Ouvidoria da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc-AM), que apresenta nesta quinta-feira  (7/2) mais dois canais para atendimento, especialmente voltado para o interior: o whatsapp e o sms.

As novidades para melhoria do serviço da Ouvidoria tanto na capital quanto no interior foram apresentadas pelo Ouvidor da Seduc-AM, Erick Nogueira. Além do ouvidoria@seduc.net e da fanpage (https://www.facebook.com/seduc.amazonas/), o telefone (92) 99529-9400 está em funcionamento para receber ligações, mensagens de texto e por aplicativo de comunicação.

“Estamos ampliando para o cidadão interiorano a possibilidade de registrar seu manifesto via whatsap e sms (desde que contenha as informações necessárias para registro no sistema), além do registro via site:www.educacao.am.gov.br/ouvidoria e presencialmente. Nossa finalidade é alcançar todos os municípios e resolver as questões que serão apresentadas”, assinalou Nogueira.

Outra forma de fazer chegar a Ouvidoria para todo o Amazonas é o material de divulgação impresso. A partir deste mês, serão enviados folderes, cartazes e outros itens para que sejam fixados nas escolas e distribuídos nas instituições de ensino para os servidores.

“Qualquer pessoa física (individual ou coletiva) ou jurídica pode registrar manifesto, de modo identificado, sigiloso ou anônimo. A partir da segunda quinzena de fevereiro, iniciaremos visitas todas as escolas e coordenadorias na capital e em nosso planejamento também estão previstas visitas a municípios no interior do estado”, completou o Ouvidor.

Relatório 2018 – A Ouvidoria da Seduc-AM apresentou o relatório anual de seus trabalhos realizados do ano passado: 98% das demandas foram atendidas. Os 2% restantes são manifestos que ainda estão dentro do prazo (30 dias, prorrogáveis por mais 30, dependendo da problemática) para resposta ao cidadão manifestante.

Em 2018, foram 1252 manifestos ao todo (entre questões advindas da capital e do interior), sendo 880 pelo site. Entretanto, Nogueira informou que houve mais atendimentos presenciais, sendo situações de resolução rápida e que não precisaram de registro.

As manifestações de forma identificada (716) corresponderam a 57% das recebidas; de forma anônima, foram 340 (ou 27%) e a sigilosa totalizou 16% (195 questões). “A fanpage da Ouvidoria também é um canal de comunicação, onde informaremos nossas atividades, além de ser mais um instrumento de diálogo com o cidadão, dando orientações de como realizar o registro das manifestações”, salientou.

População pode doar livros para remição da pena de detentos

População pode doar livros para remição da pena de detentos

As aulas nas redes Estadual e Municipal de Ensino do Amazonas já começaram. É hora de arrumar lugar nas estantes para os livros do novo ano letivo. As famílias de Manaus podem aproveitar essa “faxina literária” para doar as obras usadas ao projeto “Remição pela Leitura”, realizado no Centro de Detenção Provisória Masculina II (CDPM II). A cada história lida, os reeducandos que participam do programa têm suas penas reduzidas em quatro dias.

O projeto é realizado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) em parceria com a Embrasil Serviços, empresa responsável pela cogestão do Centro de Detenção Provisória Masculina II.

Os títulos não podem fazer apologia ao crime, ao uso de violência, nem ao consumo de drogas. Toda obra é analisada por uma comissão especial antes de entrar na unidade prisional. “Aceitamos títulos variados, mas para a remição da pena são consideradas apenas as obras literárias”, explica a coordenadora de projetos Mirlan Benicio de Souza.

Neste ano, no CDPM II, participam do projeto 69 reeducandos, que são avaliados por uma equipe de psicólogos e assistentes sociais. “Analisamos aspectos como personalidade, periculosidade, escolaridade e situação familiar. Os selecionados têm 30 dias para ler o livro escolhido. Depois, precisam fazer uma resenha escrita e uma prova oral sobre o conteúdo”, conta a psicóloga Hellen Pereira Oliveira. “São avaliados o domínio sobre o tema, a sequência lógica da apresentação e o uso adequado do tempo para narrativa”, explica.

A profissional  destaca que a leitura desenvolve o senso crítico e permite novas maneiras de aprender a interpretar os fatos do cotidiano. “Além disso, nosso principal intuito é ressocializar os participantes, tirar a ociosidade deles, desenvolver a inteligência emocional e intelectual no ambiente de confinamento, já que levam os livros para as celas.”

Doações – As doações das obras podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap),que fica na rua Gabriel Salgado, s/n, Prédio Cônego Gonçalves de Azevedo, no centro de Manaus.

Homem é preso após atirar na cabeça da própria mulher durante festa em Manaus

Homem é preso após atirar na cabeça da própria mulher durante festa em Manaus

Um homem de 21 anos foi preso por policiais militares da 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na noite de quarta-feira (6/2), após atirar na cabeça da própria mulher. A vítima tinha 20 anos e ainda chegou a ser conduzida ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na zona leste, mas já chegou à unidade hospitalar sem vida.

De acordo com policiais militares, os dois estavam em uma festa em uma residência localizada na rua Seringal, no Mauazinho, quando o homem efetuou o disparo. Após atingir a vítima, ele pediu ajuda a um vizinho para que prestasse socorro à mulher.



 

O homem chegou a ir até o hospital em busca de notícias sobre a mulher, mas, após denúncias de populares, foi preso acusado de cometer o crime. Ele confessou o fato e disse que entregou a arma utilizada no crime a um amigo, que ainda não foi localizado.

Segundo a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), delegada Débora Mafra, o homem já responde por roubo e tráfico de drogas.

“O homicídio, suposto feminicídio, será apurado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Ela nunca registrou nenhuma ocorrência de relacionamento abusivo, mas é muito triste essa situação. Ela já deveria viver um relacionamento abusivo, mas nunca denunciou”, disse a delegada.

O caso foi registrado na DEHS e, após os procedimentos cabíveis, o homem ficará à disposição da Justiça.

Jovens que filmaram abuso de menor em carro vão responder crimes em liberdade

6 de fevereiro de 2019 17:110 comentários
Jovens que filmaram abuso de menor em carro vão responder crimes em liberdade
Quatro homens que aparecem em um vídeo que circula nas redes sociais no qual uma adolescente desacordada é abusada sexualmente foram indiciados pela Polícia Civil do Amazonas, nesta quarta-feira (06/02), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).
De acordo com a titular da Especializada, delegada Joyce Coelho, o crime ocorreu na manhã do último domingo (03/02), quando o grupo voltava de uma festa durante a madrugada. “A partir do vídeo, identificamos um dos envolvidos e, a partir daí, chegamos à vítima e aos demais rapazes que estavam no veículo”, explicou.


Foram indiciados Antonio Barros de Amorim, 27, Jhonatas Marinho de Oliveira, 20, Raniel Thiago dos Santos Miranda, 27, e Venilson Ferreira da Silva, 21. Eles responderão por diferentes crimes, como estupro de vulnerável, do Código Penal, e outros do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como filmar ou registrar cena de sexo explícito ou pornográfica, divulgar registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica, e fornecer, ainda que gratuitamente, bebida alcoólica para adolescentes.
“Por um ato que eles classificaram como uma brincadeira, agora estão todos respondendo a vários tipos penais, com penas graves. Que isso sirva de exemplo para que outros jovens não venham a cometer esses tipos de crime”, afirmou a delegada.
Ainda de acordo com Joyce Coelho, como os envolvidos no crime não estavam em situação de flagrante, eles vão responder em liberdade. “A gente trabalha dentro da lei. A prisão só é em flagrante ou em decorrência de prisão temporária ou preventiva, ou em sentença condenatória. Considerando que eles atenderam ao chamado da polícia, que eles não têm qualquer tipo de antecedente criminal e que estão dispostos a responder pelos seus crimes, até então não há motivo para que a gente represente pela prisão deles”, disse.

Operação Pilar II efetua 24 prisões em bairros da zona oeste de Manaus

Operação Pilar II efetua 24 prisões em bairros da zona oeste de Manaus

Cinco bairros da zona oeste de Manaus estiveram entre os alvos da Operação Pilar II, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), deflagrada desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (6/2). A ação cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão relativos a diversos crimes, principalmente tráfico de drogas, e terminou com a prisão de 24 infratores.

Desses, 15 foram presos em flagrante por crimes como tráfico e associação para o tráfico, furto e roubo. Outros nove indivíduos foram presos em cumprimento de mandados de prisão por crimes como estupro, homicídio, roubo e violência doméstica. Além das prisões, foram apreendidos 25 quilos de drogas entre maconha, cocaína, pasta base de cocaína e oxi, balanças de precisão, cartuchos de munição, material para a embalagem de drogas e mais de R$ 2 mil em espécie.



Mais de 400 policiais militares e civis estiveram envolvidos na operação integrada, que contou, ainda, com barreiras de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM). O secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, coordenou a ação ao lado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, e do delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, destacando o sucesso da operação e a importância da participação da população com denúncias anônimas, que auxiliaram na prisão dos acusados.

“Quero destacar o trabalho da Polícia Civil que iniciou as investigações e da Polícia Militar, que nos deu o apoio para os cumprimentos, além do poder Judiciário. Quero pedir que a população continue nos ajudando, fazendo suas denúncias através do 181, porque é muito importante a participação da sociedade”, disse Bonates.

Os presos em flagrante serão enviados para audiências de custódia. Já os presos por meio de mandado serão encaminhamos para as unidades prisionais do estado.

O delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, considerou que as prisões efetuadas terão um impacto positivo na cidade e na confiança no trabalho das polícias pela população. “É importante destacar que além dos 24 presos, também tivemos a apreensão de um número significativo de entorpecentes e o principal, a operação foi cirúrgica. Mesmo com um grande número de policiais, não houve qualquer reação por parte dos presos”.

Durante abordagem realizada pelo Detran-AM em dois pontos, um no bairro Santo Antônio e outro no bairro da Glória, foram removidos 61 veículos. Esta foi a terceira operação integrada de grande porte coordenada pela SSP-AM, em Manaus, este ano. Em janeiro, ocorreram as Operações “Laborum Meta” e “Pilar I”, em bairros da zona oeste e norte da cidade, totalizando 35 presos, dois menores apreendidos, além de armas, drogas e veículos com restrição de furtos recuperados.

O trabalho integrado continuará sendo realizado, conforme explicou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte. “Além dessa operação, a Polícia Militar vai continuar realizando operações tanto na capital, quanto no interior do estado”.

Preso por estupro – Também foi preso durante a operação um homem acusado de estuprar duas filhas no interior do estado, e que já tinha um mandado de prisão expedido há mais de um ano. A delegada Deborah Barreiros, do 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que coordenou a operação, falou sobre a prisão.

“O caso ocorreu em Barreirinha e o acusado estava há, pelo menos, um ano e meio sendo procurado, acusado dos estupros e foi encontrado no bairro de Santo Antônio”.

TEXTO

%d blogueiros gostam disto: