Outras Notícias

Governo do Amazonas e Chile estreitam laços para alternativas econômicas

6 de fevereiro de 2019 15:280 comentários
Governo do Amazonas e Chile estreitam laços para alternativas econômicas

O governador em exercício e secretário de Saúde, defensor Carlos Almeida, se reuniu, na manhã desta quarta-feira (06/02), com o embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt; o cônsul honorário, Raul Echenique; e futura consulesa do Chile, Maria Carolina Enchenique, para estreitar as relações com o Estado do Amazonas. Na ocasião, foram abordadas alternativas econômicas como mineração e piscicultura, além de discutir a problemática continental da imigração venezuelana.

A reunião contou, ainda, com a presença dos secretários de Planejamento (Seplancti), Jório Veiga Filho; Fazenda (Sefaz), Alex Del Giglio; Assistência Social (Seas), Márcia Sahdo; e Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Caroline Braz.

Almeida destacou a diversificação da matriz econômica como política do governador Wilson Lima e ressaltou a importância do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) que ocupa posição estratégica para a trazida de investimentos externos, inclusive chilenos.

“Expertise na mineração e a expertise na piscicultura são de importância estratégica nossa para a internalização de mão-de-obra e internalização de procedimentos que possam gerar economia no nosso Estado”, explicou Almeida.

O governador em exercício afirmou que a implementação de modelos como a mineração pode gerar o desenvolvimento econômico e geração de empregos para investimentos a médio e longo prazo.

O embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt, esclareceu que existe uma relação maior com a região Centro-Sul e a vinda à Manaus é para que haja uma aproximação com o Amazonas.

“O Chile e o Amazonas são um país e uma região mineradoras, de uma riqueza enorme no minério. Países que podem trocar experiências importantes na área da pesca. São diferentes os tipos de pesca, mas as técnicas e políticas públicas para favoreceram a pesca são igualmente importantes”, pontuou Schmidt.



Turismo – O embaixador também salientou sobre o transporte de passageiros entre o Amazonas e o Chile, já que atualmente existem cinco linhas aéreas que conectam o Brasil ao Chile, porém nenhum direto a Manaus. “Poderia ser facilitado o turismo. São praticamente 1 milhão de turistas que trocamos a cada ano. Isso é muito significativo e muito expressivo do nível de interesse, mas muito poucos conhecem desses turistas. Apesar de estar longe do Amazonas, acreditamos que podemos fazer muito”, disse.

Imigração venezuelana – De acordo com o governador em exercício, a experiência chilena em relação à situação sócio-política na Venezuela, que tem levado os venezuelanos aos países vizinhos, vai auxiliar na aplicação de soluções no Amazonas, em especial a situação socioeconômica dos índios warao.

A secretária Márcia Sahdo contou que haverá um contato direto com o embaixador do Chile para o complemento das ações que já estão sendo realizadas pelo Estado.

“O certo é que nós precisamos ampliar as parcerias para atender o quantitativo que hoje nós temos, principalmente de venezuelanos indígenas que a gente ainda não conseguiu estabelecer um plano para interiorizar, para encontrar atividades no interior do Amazonas”, enfatizou a secretária.

Segundo a secretária da Sejusc, o Estado recebe 100 venezuelanos por dia, há 291 pessoas vivendo na rodoviária de Manaus e 420 indígenas no abrigo.

“Estamos resolvendo toda a documentação dos imigrantes, resolvendo até mesmo a colocação no mercado de trabalho e temos tido um bom resultado com os não-indígenas, mas a preocupação com a população indígena para que ele consiga permanecer com a sua cultura”, contou.

Solenidade – Na noite desta quarta-feira (06/02), acontece a Cerimônia de Condecoração ao cônsul honorário, Raul Echenique, e posse da nova consulesa honorária do Chile, Maria Carolina Enchenique, no Palácio Rio Negro, a partir das 19 horas.

O cônsul ocupou o cargo por 28 anos e a filha assume a tarefa a partir deste mês de fevereiro.

MEC divulga resultado da primeira chamada do Prouni

MEC divulga resultado da primeira chamada do Prouni

O resultado da primeira chamada do Prouni (Programa Universidade Para Todos), na edição do primeiro semestre, foi divulgado nesta quarta-feira (6) pelo Ministério da Educação, na página do Prouni.

Os candidatos aprovados terão que apresentar, nas universidades para onde foram selecionados, os documentos comprovando o cumprimento dos requisitos para garantir a matrícula. O prazo é até dia 14 de fevereiro.

Uma segunda chamada está prevista para 20 de fevereiro, contando com comprovação das informações até o dia 27 seguinte. Já a lista de espera terá sua manifestação de interesse em 7 e 8 de março, oportunidade destinada a quem não for convocado nas duas chamadas regulares do ProUni, com resultado esperado para o dia 11 do mesmo mês.



Neste ano, há 243.888 vagas para o programa de bolsas parciais e integrais em instituições privadas.  Segundo o MEC, o número é um recorde histórico desde a criação do Prouni, em 2005. Dessas vagas, 116.813 são bolsas integrais e 127.075 são parciais.

Para participar do processo seletivo do Prouni, é necessário que os estudantes não possuam diploma de curso superior e tenham participado da edição de 2018 do Enem, com no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e nota superior a zero na redação.

Também é preciso ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede particular como bolsista integral, ser pessoa com deficiência, ser professor da rede pública de educação básica em exercício, integrante de instituição pública e, neste caso, concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura.

As bolsas são definidas conforme a renda familiar. Para famílias com renda de até 1,5 salário mínimo por pessoa, a bolsa é integral (100%). Já para famílias com renda de até 3 salários mínimos por pessoa, a bolsa é parcial (50%).

Chico Preto critica mensagem governamental: ‘Arthur esqueceu que é prefeito’

Chico Preto critica mensagem governamental: ‘Arthur esqueceu que é prefeito’

O Vereador Chico Preto (PMN) criticou o que chamou de simplório o conteúdo da mensagem governamental lida pelo prefeito Arthur Neto (PSDB), na abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta quarta-feira (6). Segundo o parlamentar, Arthur não abordou os grandes temas relacionados à cidade, como o Plano de Mobilidade Urbana, e esqueceu que é prefeito.

“Lamento que o prefeito não tenha abordado, em sua mensagem, os reais problemas da cidade de Manaus. Vi um Arthur muito mais atento às demandas de nível nacional do que propriamente da cidade que governa.  Ele fugiu dos grandes temas. Falou bastante da Zona Franca, que fica em Manaus, mas a gerência é de órgão federal”, afirmou.



“A mensagem é uma prestação de contas do que se fez e um norte do que irá ser feito, e não foi falado nada substancial. Não tem uma meta quantificada na mensagem lida”, concluiu.

Audiência pública

Ciente da importância do tema da mobilidade para o desenvolvimento da cidade, o vereador Chico Preto irá protocolar, na próxima sessão plenária, um requerimento solicitando a realização de uma Audiência Púbica para debater o Plano de Mobilidade Urbana.

O parlamentar destaca que desde que projeto foi aprovado na CMM em 2016, quase nenhuma meta foi cumprida pela prefeitura de Manaus.

“É importante que o ano legislativo comece com uma resposta da Prefeitura acerca do Plano de Mobilidade Urbana da cidade de Manaus, cujo só o projeto de viabilidade custou mais de R$ 3,5 milhões aos cofres públicos e até o momento quase nada saiu do papel”, afirmou.

Chico Preto lembra que no plano de metas estabelecido pelo projeto, apenas a ciclovia do Boulevard Álvaro Maia e as pinturas da faixa azul foram concluídos.

Entra as metas estabelecidas no Plano de Mobilidade de Urbana da cidade de Manaus estão a construção de passagens de nível, ciclovias, a duplicação da estrada dos Franceses e a implementação do modal Bus Rapid Trânsito (BRT).

Defensoria Pública do Estado realiza atendimentos em municípios do Baixo Amazonas

Moradores de Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Nhamundá serão assistidos pela DPE-AM em fevereiro

Moradores de Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Nhamundá serão assistidos pela DPE-AM em fevereiro

Os municípios da região do Baixo Amazonas assistidos pelo Polo Zeca Pontes, instalado em Parintins, começaram a receber as primeiras ações da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) em 2019. Nesta semana, foi a vez da população de Barreirinha ser atendida na cidade. Ainda em fevereiro, Boa Vista do Ramos e Nhamundá terão atendimentos.

Em Barreirinha, os serviços, que começaram na última segunda-feira (04/02) e terminam nesta quinta-feira (07/02), acontecem na rua Laureano Tavares, ao lado do Mercado Municipal, no Centro, das 8h às 16h. Além dos atendimentos, o defensor público Inácio Navarro, coordenador do Polo Zeca Pontes, está realizando outras atividades no município.


“Nosso atendimento à população está focado na área de Família, que é a de maior demanda da Defensoria Pública e envolve muitas questões relacionadas ao menor de idade, além dos casos criminais. Já verifiquei a situação da delegacia da cidade, conversamos com todos os presos e observei as condições do espaço. Além disso, faremos uma reunião com a rede local de proteção à infância e juventude”, explica o defensor.Boa Vista do Ramos e Nhamundá – Entre os próximos dias 11 e 14, a DPE-AM vai realizar atendimentos no Fórum de Justiça de Boa Vista do Ramos, localizado na rua 7 de Setembro, 410, Centro. Em Nhamundá, a população poderá ser atendida do dia 25 a 28, também no Fórum do município, que fica na rua Furtado Belém, 4, Centro. Nas duas cidades, o serviço ocorre das 8h às 16h.

Após a rodada de atendimentos, a Defensoria Pública retorna aos municípios nos próximos meses para dar continuidade nas audiências judiciais e inspeções. “Essas ações são fundamentais, pois fazem parte do processo de fortalecimento e interiorização da Defensoria Pública no Amazonas, com essa nova dinâmica de instalação dos polos em municípios e cronogramas de atendimentos”, afirma o defensor público Inácio Navarro.

Posto de Vistoria do Detran-AM passa a contar com guichê para entrega de CRLVs

Posto de Vistoria do Detran-AM passa a contar com guichê para entrega de CRLVs

Posto de Vistoria do Detran-AM passa a contar com guichê para entrega de CRLVs

O Governo do Amazonas, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), implantou, na manhã desta quarta-feira (06/02), mais um local para entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV). O condutor que regularizar o licenciamento do veículo poderá agendar para receber o documento no Posto de Vistoria do Detran-AM, localizado na rua Walter Zuani, nº 85, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.

A implantação do guichê para entrega de CRLV faz parte da política do Governo do Estado para desburocratizar o serviços e otimizar o atendimento dos condutores. A expectativa é diminuir o intervalo de tempo entre o início e o fim dos procedimentos realizados na instituição, por meio da modernização do atendimento e investimento em tecnologia. O agendamento é feito por meio do portal do Detran-AM (www.detran.am.gov.br).



O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, ressaltou que a implantação do serviço é uma orientação do governador Wilson Lima para que as instituições possam, cada vez mais, se aproximar da população, melhorar os serviços, além de dar agilidade e comodidade aos usuários.
 
“É mais uma facilidade ao cidadão e uma medida adotada com o objetivo de desconcentrar as atividades, dar mais viabilidade e oportunidade para que o usuário tenha o seu serviço de maneira eficaz. A população aqui da região sul da cidade tem mais um canal de atendimento do Detran-AM para o recebimento do CRLV”, afirmou Sá.
 

No local, o condutor que realizar a vistoria também poderá retirar, em tempo real, o CLRV. A vistoria é destinada aos veículos com mais de 15 anos e também aos que estejam com o licenciamento em atraso.

 

Para o operador de máquinas Alessandro Cruz, 32, iniciativa é positiva e ressaltou que o serviço vai melhorar a qualidade de vida da população. “Eu achei muito bom e acredito que só vem a somar, isso aqui vai melhorar demais pra população. Facilita a vida da gente. Eu estava agendado para outro lugar bem distante e essa facilidade vai melhorar muito o tempo de espera”, afirmou.


Locais de atendimento – O Posto de Vistoria ofertará apenas o serviço para entrega de CLRV e não funcionará como os outros nove pontos de atendimento do Detran-AM, onde o usuário possui outros serviços à disposição.

 

Os locais de atendimento para outros serviços são: Unidades de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) localizados nos bairros Alvorada, Compensa, Educandos e nos shoppings Ponta Negra, Cidade Leste, Via Norte, São José, Sumaúma Park e na Galeria dos Remédios, no Centro de Manaus.

Documentos – O gerente do Posto de Vistoria do Detran-AM, Amorinê Tomaz, reforça os documentos que os condutores devem apresentar para o recebimento do CLRV. “É importante frisar para toda a população que ao se dirigir ao posto de vistoria é preciso levar cópia do RG, comprovante de residência e o documento antigo. O documento só será entregue ao proprietário do veículo ou ao procurador, devidamente documentado”, ressaltou Tomaz.

Novo projeto de Escola sem Partido permite que aluno grave professor

5 de fevereiro de 2019 20:360 comentários
Texto protocolado na Câmara exclui escolas particulares e não veta abordagem de gênero na universidade

Texto protocolado na Câmara exclui escolas particulares e não veta abordagem de gênero na universidade

Um novo projeto de Escola sem Partido foi apresentado já na abertura do ano legislativo, na segunda-feira (4). O texto atual traz novidades: quer assegurar aos estudantes o direito de gravar as aulas contra possíveis doutrinações e ainda regular as atividades de grêmios estudantis.

O texto do Projeto de Lei 246 foi protocolado na noite de segunda pela deputada Bia Kicis (PSL-DF). A ideia da parlamentar, no entanto, é que a discussão efetiva só ocorra após o trâmite das pautas econômicas do governo.



O novo projeto mantém as linhas gerais do que havia sido discutido no ano passado em uma comissão especial da Câmara e acabou arquivado. Alguns ajustes, entretanto, retiram e também acrescentam pontos polêmicos.

Kicis é cunhada do fundador do Movimento Escola sem Partido, Miguel Nagib. Defensores do projeto entendem que ele busca a neutralidade na sala de aula contra uma suposta doutrinação de esquerda que dominariam as escolas brasileiras.

Para os críticos, a ideia de uma lei é autoritária, limita a pluralidade de ideias nas escolas e ainda constrange professores. Não há evidências que indiquem que doutrinação seja um problema amplo. Decisões judiciais de várias instâncias e uma liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) já consideraram inconstitucionais projetos similares a este.

A nova redação do Escola sem Partido traz um artigo que assegura aos estudantes “o direito de gravar as aulas, a fim de permitir a melhor absorção do conteúdo ministrado e de viabilizar o pleno exercício do direito dos pais ou responsáveis de ter ciência do processo pedagógico e avaliar a qualidade dos serviços prestados pela escola.” Na prática, seria uma forma de os alunos gravarem casos de doutrinações.

No ano passado, uma deputada eleita pelo PSL pediu que alunos gravassem professores e os denunciassem. A Justiça determinou a retirada da mensagem, publicada nas redes sociais logo a pós a eleição de Bolsonaro. Essa decisão foi suspensa neste ano.

Várias redes de ensino proíbem o uso de celular na sala de aula. “[O projeto de lei] está ensinando o aluno a se proteger de um molestador”, diz a deputada.

Um novo artigo fala sobre os grêmios, que são organizados por alunos e não por professores.

O artigo 8º diz: “É vedada aos grêmios estudantis a promoção de atividade político-partidária”.

Segundo Bia Kicis, o artigo foi incluído para corrigir uma falha dos textos anteriores. “O grêmio fica dentro da escola, e é uma forma de os alunos exercitarem a cidadania”, diz ela. “Se não a doutrinação que era na sala de aula só muda para o grêmio.”

O novo projeto mantém a previsão de de um cartaz na sala de aula com os deveres do professor. Também declara que o poder público “não se imiscuirá no processo de amadurecimento sexual dos alunos nem permitirá qualquer forma de dogmatismo ou proselitismo na abordagem das questões de gênero”.



Mas, no texto anterior, a abordagem de gênero era totalmente vetada, tanto na educação básica quanto no ensino superior. Esse trecho agora retirado, mantendo o veto ao que se chama de dogmatismo e proselitismo na abordagem. Também não usa o termo “ideologia de gênero”, nunca usado por educadores.

As escolas particulares também ficam de fora dessa vez. Estariam sujeitos à lei apenas o sistema público, que inclui escolas e universidades municipais, estaduais e federais. “O projeto tentou melhorar todas as falhas do anterior”, diz Kicis.

Havia previsão de análise no STF em novembro do ano passado, mas o presidente do Tribunal, ministro Dias Toffoli, mudou a ordem dos julgamentos e adiou indefinidamente o processo. Entendimento do Ministério Público Federal diz que o projeto é inconstitucional por impedir o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, negar a liberdade de cátedra e contrariar a laicidade do Estado (por permitir no espaço público da escola visões morais e religiosas particulares).

O projeto de lei do Escola sem Partido foi discutido no ano passado em uma comissão especial. A ideia é que isso ocorra novamente neste ano.

Apesar de ter maioria no colegiado, os defensores do projeto não conseguiram mobilização suficiente para a aprovação. Isso ocorreu tanto por manobras da oposição quanto pela perda de apoio ao projeto. Nomes como o presidente do DEM, ACM Neto, e Olavo de Carvalho, já declararam ser contra uma lei como essa. Com informações da Folhapress.

Mortos pela barragem de Brumadinho chegam a 142; há 194 desaparecidos

Até o momento, 120 corpos foram identificados

Até o momento, 120 corpos foram identificados

Destes, 120 já foram identificados, e outros 194 seguem desaparecidos, sendo 61 funcionários da Vale e 133 funcionários terceirizados ou moradores das comunidades ao redor.

A partir de segunda, os bombeiros usarão 15 máquinas pesadas nas buscas –até agora eram cinco–, em locais mais próximos à margem do rio, onde a lama está mais sólida. O efetivo que se reveza é de cerca de 400 pessoas, sendo 200 militares mineiros, 100 de outros estados e 64 da Força Nacional, além de voluntários.



As chuvas, que devem continuar nos próximos dias, podem provocar deslizamento de rejeitos, colocando em risco as equipes. Por outro lado, amolecem partes específicas de lama que estavam endurecidas e facilitam as buscas por corpos boiando na água.

O avanço da pluma de lama no rio, que antes estava em 1 km por hora e agora corre em 0,3 km por hora, também se intensifica quando chove.

De acordo com Aihara, a redução no número de corpos encontrados à medida que o tempo passa já era esperada.

“Nos primeiros dias eles estavam em níveis superficiais, era mais fácil localizá-los e retirá-los. Agora o trabalho é muito mais meticuloso, também para não prejudicar a identificação”, disse.

Ele afirmou que as buscas “certamente” vão demorar meses, “mesmo que sejam quatro ou cinco”, e repetiu que as equipes só vão parar quando for impossível, por causa da decomposição dos corpos. Citou a tragédia de Mariana (MG), em que morreram 19 pessoas e os trabalhos duraram mais de três meses.

Quanto à segurança da barragem 6, de água, a Defesa Civil frisou que as chuvas não causam preocupação. A drenagem reduziu seu nível em 2,14 metros até agora, e ela continua sendo monitorada 24 horas por dia.

DOAÇÕES

A Defesa Civil de Minas Gerais agradeceu as doações de insumos vindos de todo o país, mas ressaltou que agora não é necessário mais nenhum produto para as famílias atingidas. Novas doações podem atrapalhar a logística de armazenamento e distribuição. Com informações da Folhapress.

Encontro promovido pela Prodam reúne mais de 80 gestores e técnicos da área de TIC pública do Estado

Encontro promovido pela Prodam reúne mais de 80 gestores e técnicos da área de TIC pública do Estado

Representantes de 49 órgãos da administração pública estadual estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (05/02), no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), para participar da primeira edição do Encontro de Gestores Estaduais de Tecnologia da Informação, promovido pela empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam).



Durante o evento, os participantes conheceram o Plano de Ação dos projetos prioritários que a Prodam está desenvolvendo para viabilizar a transformação digital do Governo estadual, como a implantação do sistema de Voz sobre Protocolo de Internet (VOIP) entre os órgãos públicos, que contribuirá para redução de custos das entidades públicas estaduais com telefonia.

Outro projeto apresentado foi a solução de gestão eletrônica de documentos e processos administrativos. “Uma das primeiras ações para promover a transformação digital no governo é tornar eletrônico os processos administrativos que ainda fazem uso do papel. A Prodam já está estudando a melhor solução para implementar a gestão eletrônica de documentos nos órgãos estaduais”, afirmou o assessor da presidência da Prodam, Aristóbulo Angelim.

Importância da TIC – Na palestra realizada pelo diretor técnico da Prodam, Heleno Ferreira, ele detalhou a função estratégica da Prodam para o Amazonas, dando ênfase a dados que mostram como o investimento em Tecnologia da Informação e Comunicação é relevante para o Governo.

“Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação aponta que cada R$ 1 investido pelos governos em TIC, representa uma economia de até R$ 9,95. Além da redução custos, é comprovado ainda o aumento na eficiência em gastos governamentais”, concluiu Heleno.

O diretor-presidente da Prodam, João Guilherme de Moraes Silva, encerrou oficialmente o evento, garantindo a continuidade de novos encontros. “Esse foi o primeiro de muitos eventos que pretendemos realizar para alinhar as ações de TIC do Estado, viabilizando a transformação digital do Amazonas”, afirmou.

Setrab oferece 77 vagas de emprego nesta quarta-feira (06)

Setrab oferece 77 vagas de emprego nesta quarta-feira (06)

A Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab) disponibiliza 77 oportunidades de emprego nesta quarta-feira (06/02). Há 24 vagas para técnico de enfermagem voltadas a pessoas com deficiência (PCD) e 10 vagas para supervisor de vendas.

Os interessados devem dirigir-se, das 8h às 17h, à sede da Setrab, localizada na Galeria +, na avenida Djalma Batista, nº 1018, (entre o Amazonas Shopping e o Manaus Plaza Shopping), portando RG, CPF, PIS, Carteira de Trabalho e comprovantes de residência e escolaridade.

Confira as oportunidades: 

(3) Vaga: Consultor de Vendas (Vendedor Externo)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Disponibilidade de horário, apto para realizar viagens, com veículo próprio, experiência com peças de moto e bicicletas e atuação nos municípios.

 

(2) Vagas: Operador de Caixa (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Com disponibilidade de horário (físico leve e audição parcial).

 

(1) Vaga: Auxiliar de Limpeza (PCD)

Escolaridade: Ensino Fundamental completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Com disponibilidade de horário (físico leve, visão e audição parcial)

 

(5) Vagas: Auxiliar de Produção (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Disponibilidade de horário, documentação completa e laudo atualizado.

 

(1) Vaga: Eletricista de Veículos de Passeio (Eletricista de Instalação de

Veículos Automotores)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Curso de eletricista.

(1) Vaga: Costureira

Escolaridade: Ensino Médio completo

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Experiência em máquina de costura industrial, reta overlok, goleira, braço e elastiqueira, bolso embutido, zíper, gola careca e manga.

(1) Vaga: Vigilante (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS (não obrigatório).

Obs.: Curso de vigilante e com laudo atualizado.

(1) Vaga: Estoquista (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: Sem experiência.

(3) Vagas: Vendedor Interno (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.:  Domínio de pacote office, Word e Excel (não estar cursando Ensino Médio, nem cursos). Físico leve.                                                                                         

(2) Vagas: Consultor de Vendas (Vendedor Externo)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Disponibilidade de horário, conhecimento de Pacote Office e Excel. Experiência em vendas externas e com telecomunicação. Possuir curso de atendimento ao cliente (veículo próprio carro/moto).

(2) Vagas: Promotor de Vendas

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Experiência com vendas externas (Net, Oi, SKy e Claro Tv).

(2) Vagas: Mecânico De Ônibus Ou Micro-ônibus

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Que tenha trabalhado em empresa de ônibus ou micro-ônibus.

(1) Vagas: Serralheiro

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Conhecimento em telhas trapezoidal, termoacústica e desenho técnico. NR35.

(1) Vaga: Supervisor de Manutenção de Ar-condicionado

Escolaridade: Ensino Superior incompleto (Engenharia Elétrica ou Mecânica)

Experiência: 06 meses em CTPS.

Obs.: Conhecimento na área de refrigeração e instalação de ar-

Condicionado de grande potência.

(1) Vaga: Consultor de Vendas

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Conhecimentos em vendas no polo industrial de Manaus, comércio, conhecimento em informática, controle de visitas, relatórios pipeline (prospecção), emissão de cotação/proposta e rotinas da área comercial. (possuir veículo próprio).

(24) Vagas: Técnico de Enfermagem (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Coren, documentação e laudo atualizado.

(1) Vaga: Técnico de Refrigeração

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Experiência na realização de instalação de manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de refrigeração, e com disponibilidade de horário. Cursos na área: NR10 e NR35.

(9) Vagas: Técnico de Enfermagem (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Coren atualizado e cursos na área. (físico leve e com mobilidade para trabalhar em hospitais)

(1) Vaga: Alinhador de Veículo

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Cursos na área.

(10) Vagas: Supervisor de Vendas

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Disponibilidade de horário e experiência com vendas de colchões.

(1) Vaga: Auxiliar Administrativo

Escolaridade: Cursando Ensino Superior.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.:  Proativo, comunicativo, Excel avançado, noções de RH e com disponibilidade de horário.

(1) Vaga: Secretaria

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.: Proativo, comunicativo, Excel avançado, noções de RH e com disponibilidade de horário.

(1) Vaga: Operador de Caixa (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses.

Obs.: Conhecimento em informática e atendimento ao cliente. (físico leve e audição parcial).

(1) Vaga: Auxiliar Administrativo (PCD)

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs.:  Informática básica e avançada.

(1) Vaga: Serralheiro

Escolaridade: Ensino Médio completo.

Experiência: 6 meses em CTPS.

Obs: Com conhecimento de estrutura metálica.

Sine Manaus tem 14 vagas de emprego nesta quarta (6)

Sine Manaus tem 14 vagas de emprego nesta quarta (6)

Mais 14 vagas de empregos estão sendo oferecidas nos postos do Sine Manaus da avenida Constantino Nery, 1.272, São Geraldo, e Shopping Phelippe Daou, na avenida Camapuã, 2.985, Jorge Teixeira, nesta quarta-feira (6) a partir das 8h.

Além de vagas para a área alimentícia, de vendas e também contabilidade, há também oportunidades para impermeabilizador, função responsável por impermeabilização de pisos, lajes, telhados e demais superfícies com manta asfáltica e líquida.



Os candidatos interessados devem comparecer a um dos postos portando documentos básicos, como: RG, CPF, PIS, Carteira de Trabalho, comprovante de escolaridade, comprovante de residência e certificado de reservista (para homens). Se a vaga exigir habilidades específicas é necessário apresentar comprovação, como certificados, ou outros documentos.

Confira as vagas:

Posto Sine Manaus – Constantino Nery (Avenida Constantino Nery, 1.272, São Geraldo, próximo à Sorveteria Glacial)

1 Vaga – Cozinheiro fluvial (exclusiva para PCD)

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS;
  • Requisitos: possuir habilitação de Cozinheiro Fluvial com inscrição e registro CIR, curso básico de cozinheiro e manipulação de alimentos e disponibilidade para embarque e desembarque em outra região.

2 Vagas – Chefe de seção de perecíveis (estendida para PCD)

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada na CTPS
  • Requisitos: experiência em perecíveis.

2 Vagas – Chefe de seção de mercearia (estendida para PCD)

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada na CTPS;
  • Requisitos: experiência em mercearia.

1 Vaga – Supervisor de Frota

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS;
  • Requisitos: CNH D.

1 Vaga: Motorista de Caminhão Toco

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência comprovada em CTPS;
  • Requisitos: obrigatório ter CNH D.

1 Vaga – Vendedor

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência comprovada em CTPS;
  • Requisitos: ter experiência com vendas e orçamento de lentes segundo receita médica.

1 Vaga: Assistente Contábil

  • Escolaridade: Ensino Superior Completo em Administração ou Contabilidade;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS;
  • Requisitos: ter experiência com entrada e saída de notas fiscais, elaboração de planilhas com despesas por obras, preparação de documentações como contas a pagar e a receber, documentos de funcionários no ato de admissão e demissão e atividades relacionadas à contabilidade.

1 Vaga – Confeiteiro

  • Escola: Ensino Médio Completo
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS;
  • Requisitos: ter cursos na área de confeiteiro, saber confeitar bolos, trabalhar com massas e salgados. Ter disponibilidade para trabalhar no terceiro turno.

2 Vagas – Churrasqueiro

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS;
  • Requisitos: ter conhecimento e prática em cortes de carnes bovinas.

2 Vagas – Impermeabilizador

  • Escolaridade: Ensino Médio Completo;
  • Experiência mínima de 6 meses comprovada em CTPS ou contrato;
  • Requisitos: ter experiência em serviços de impermeabilização com manta asfáltica. Ter disponibilidade de trabalho nos fins de semana e viagens.

Ministro da Infraestrutura garante ao governador Wilson Lima priorizar licenciamento e projeto da BR-319

“Saio otimista com o que ouvi do ministro Tarcísio, que disse que há um comprometimento, uma vontade política, do Governo Federal de recuperar e tornar trafegável a BR-319”, disse Wilson Lima

“Saio otimista com o que ouvi do ministro Tarcísio, que disse que há um comprometimento, uma vontade política, do Governo Federal de recuperar e tornar trafegável a BR-319”, disse Wilson Lima

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, assegurou ao governador do Amazonas, Wilson Lima, que o Governo Federal vai trabalhar para acelerar o licenciamento e o projeto para recuperação da BR-319.  A garantia foi dada em reunião em Brasília (DF), nesta terça-feira (05/02), que contou também com a participação de parlamentares do Amazonas e de outros estados da região Norte, os governadores de Roraima, Antonio Denarium, e de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e do vice-governador do Acre, Wherles Fernandes da Rocha.

“Saio otimista com o que ouvi do ministro Tarcísio, que disse que há um comprometimento, uma vontade política, do Governo Federal de recuperar e tornar trafegável a BR-319”, disse o governador do Amazonas após o encontro com o ministro.



Durante a reunião, ao defender a pavimentação da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho (RO), Wilson Lima destacou a importância da rodovia para a região Norte. “A BR-319 é fundamental não só para o desenvolvimento econômico, mas também para o desenvolvimento social do Amazonas e de outros estados da região como Rondônia, Acre e Roraima. São anos de discussão e é hora de fazer o que precisa ser feito, respeitando a questão ambiental, mas sem esquecer que a rodovia já existe”, ressaltou.

No encontro, o ministro garantiu ao governador que a BR-319 está no plano de ações do Governo Federal e é a primeira prioridade da secretaria de licenciamento recém-criada no âmbito federal. Ao todo, o Ministério da Infraestrutura deve investir R$ 100 bilhões, nos próximos quatro anos, nas estradas do país.

“Há vontade política e eu mais do que ninguém defendo a BR-319. Para nós é fundamental. Eu quero percorrer a BR-319, e de ônibus. Só se cria o senso de urgência quando se vai para o campo”, declarou Freitas.

Wilson Lima adiantou que o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), já trabalha para criação de um sistema de governança para as unidades de conservação do entorno da rodovia. “Começamos, de imediato, a criar esse sistema para garantir a sustentabilidade do entorno da BR, fazendo o zoneamento econômico ecológico, fazendo com que as unidades de conservação funcionem e sejam sustentáveis, respeitando o meio ambiente sobretudo”, frisou.

Licenciamento – O governador informou que, durante a reunião, foi discutida a proposta apresentada pelo Amazonas de participação do Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) no licenciamento da obra.

“Nós entregamos uma proposta nesse sentido. Mas é preciso que haja avaliação dos técnicos para saber o que é mais viável. Há interesse, por parte do Ministério da Infraestrutura e do Governo Federal, de fazer com que essas licenças andem efetivamente. Se isso acontecer, talvez não haja necessidade dessa delegação para o Amazonas. Mas se os técnicos entenderem que passando a delegação para o Ipaam, o processo possa caminhar de forma mais célere, o Estado do Amazonas está disposto a fazer isso, que é fundamental para nosso desenvolvimento econômico e social”, afirmou Wilson Lima.



Depois de mais de uma hora de uma reunião, o ministro disse que é preciso constatar se a rodovia é viável do ponto de vista ambiental. Se for, segundo ele, tem que ter licença. Ele prometeu acelerar os trabalhos junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), responsável por elaborar o relatório e o estudo de impacto ambiental (EIA/RIMA), cuja previsão para conclusão é 2020. 

Freitas se comprometeu, ainda, de colocar os técnicos do ministério à disposição para avaliar, junto ao Ibama e ao DNIT, a proposta encaminhada de repassar a competência do licenciamento ambiental para o Governo do Estado. 

Prefeitura de Manaus divulga datas das bandas e blocos de rua do Carnaval 2019

Prefeitura de Manaus divulga datas das bandas e blocos de rua do Carnaval 2019

Cento e dez bandas e blocos de ruas agitarão o Carnaval de Manaus 2019, de 15 de fevereiro a 24 de março. Os eventos acontecerão em todas as zonas da cidade, com o apoio da Prefeitura de Manaus. A relação completa com os dias e locais das bandas pode ser consultada no portal Viva Manaus, pelo link vivamanaus.com/carnaval2019. A programação está sujeita a alterações.



Por meio do Edital n° 002/2019, as bandas receberão da Prefeitura apoio de palco, som, iluminação, banheiros químicos ou similares. Os eventos de rua acontecerão todos os fins de semana até meia-noite.

“A Prefeitura de Manaus, por meio do prefeito Arthur Virgílio Neto compreende que o Carnaval é um momento importante, inclusive para o turismo. Por exemplo, estamos no meio de uma Temporada de Cruzeiros, e bandas como a do Jangadeiro, que acontece próximo ao Porto de Manaus, geralmente atraem um número significativo de turistas. A Prefeitura de Manaus utiliza a mesma metodologia dos grandes centros, como Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, estimulando o Carnaval de rua, apoiando por meio de edital, com infraestrutura”, destacou o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula.

Antecipando a folia momesca, que este ano será em março, já em fevereiro, tradicionais bandas ganham as ruas da cidade, com irreverência e animação. Entre elas, estão as bandas Jangadeiro (16/2), LGBT Folia (17/2), Bica (23/2), Difusora (23/2) e Boleuvard (24/2), todas na região central da cidade.

Já no mês de março, a folia dos blocos e bandas ganha as ruas com eventos como a Banda do Theo (03/03), Banda do Galo (05/03), Banda do Pimentão (03/03), Maranatha (de 03 a 05/03), entre outros. 

Parcerias

Diferentes órgãos da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado do Amazonas estarão trabalhando de forma conjunta durante o Carnaval 2019, tanto nas bandas e blocos de rua, quanto no Desfile das Escolas de Samba de Manaus, que acontecerá no Sambódromo nos dias 1º e 2 de março.

“Há um grande estímulo para a organização dessas bandas que ocorrerão em todas as zonas da cidade, e é importante destacar aqui o trabalho que a Polícia Militar e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) têm em garantir a segurança desses dos espaços, dos foliões e dos turistas”, destacou Bernardo.

PM prende quatro homens e apreende três adolescentes durante noite e madrugada

PM prende quatro homens e apreende três adolescentes durante noite e madrugada

Quatro homens foram presos e três menores foram apreendidos pela Polícia Militar do Amazonas durante a noite de segunda-feira (04/02) e madrugada de terça-feira (05/02) por crimes como roubo, posse ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes.

Na zona sul, um homem de 18 anos foi detido após abordagem realizada por policias da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), na avenida Ferreira Pena, centro. Em posse do suspeito foi encontrada uma espingarda cano serrado, uma arma de fogo de fabricação caseira e oito munições intactas calibre 16, além de 233 trouxinhas supostamente de cocaína e outras porções de drogas.



Um menor de 17 anos foi aprendido por policiais da 7ª Cicom na rua Carlos Dias, bairro Crespo, em posse de 15 porções supostamente de maconha.

Em outra área da cidade, na zona centro-sul, três homens foram presos por tráfico de entorpecentes e roubo a transeunte. Dois homens, de 28 e 25 anos, foram detidos por policias do Comando de Policiamento de Área Centro-Sul (CPA Centro-Sul) em um Fiat Pálio cinza, na avenida Professor Nilton Lins, bairro Flores, em posse de aproximadamente 200 gramas de substância supostamente de cocaína.

Outro suspeito de 25 anos foi detido por policias da 7ª Cicom após efetuar roubo de dois celulares na avenida Constantino Nery, bairro Presidente Vargas.

Dois adolescentes, de 17 e 16 anos, foram apreendidos após abordagem realizada por policias da 13ª Cicom, na avenida Nossa Senhora de Fátima, bairro Cidade de Deus, zona norte. Em posse dos menores foram encontradas cinco porções supostamente de cocaína e R$ 13 em espécie.

Carregar vibrador na mala pode render multa de mil reais; entenda

Carregar vibrador na mala pode render multa de mil reais; entenda

Parece mentira, mas não é. Um antigo decreto-lei proíbe a entrada de mercadorias “atentatórias à moral e aos bons costumes” na bagagem dos viajantes que cheguem do exterior. A regra não é clara e, portanto, não funciona com excelência.

De acordo com o artigo 714 do Decreto Aduaneiro (6.759/2009), a multa para quem tentar entrar no Brasil com produtos do tipo é de R$ 1.000. Não há uma ‘lista’ de quais seriam estes produtos, mas o UOL destaca que vibradores podem estar entre eles.



Além de estar no regulamento, a restrição também aparece no Guia do Viajante da Receita Federal, órgão do governo responsável pela fiscalização aduaneira, incluindo os aeroportos.

No entanto, a publicação destaca que os conceitos de “moral” e “bons costumes” são bastante subjetivos, pois dependem da educação, religião, costumes e cultura de cada cidadão.

O decreto não especifica os produtos considerados “atentatórios à moral e aos bons costumes”. E, embora não seja comum, a restrição é legal e pode ser aplicada.

“Infelizmente, o enquadramento fica à mercê de um critério do agente aduaneiro”, disse o advogado Marcelo Vianna, especialista em Direito do Turista do escritório Vianna & Oliveira Franco.

A analista de marketing da Exclusiva Sex Shop, Jacqueline Ribeiro, passou por essa situação no ano passado, ao voltar de uma viagem à Inglaterra quando foi abordada pela fiscalização do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP). Ela trazia um vibrador de casal, que era um objeto em forma de “U”, e um vibrador de borracha em formato fálico. Os fiscais afirmaram que a mercadoria era considerada “atentatória à moral e aos bons costumes”.

“Eles disseram que, mesmo sendo produtos para uso pessoal, como foram comprados em um sex shop seriam enquadrados nessa lei. Falaram também que uma mulher ‘direita’ nunca usaria aquilo”, disse Jacqueline.

A analista acabou deixando as mercadorias eróticas com os fiscais sob ameaça de pagar a multa de R$ 1.000.

Após novo reajuste, preço da botija de gás de 13 kg pode chegar a R$ 85 no Amazonas

Após novo reajuste, preço da botija de gás de 13 kg pode chegar a R$ 85 no Amazonas

O preço da botija de gás de 13 quilos deve alcançar o valor médio de R$ 80 em Manaus e de até R$ 85 nos municípios do interior do Amazonas nos próximos dias. Tudo graças ao reajuste de 0,5% a 1,4% anunciado pela Petrobras nesta segunda-feira (4). De acordo com o presidente da Federação das Empresas Revendedoras de Gás Liquefeito do Amazonas (Fegás), Fernando Feitoza, até o início da próxima semana o consumidor amazonense já deve sentir a diferença no bolso.



Em todo o país, o aumento vai passar a vigorar a partir desta terça-feira (5). “Eles vão elevar o preço para as distribuidoras. E na quinta-feira (7), as distribuidoras vão passar para nós, os revendedores. Creio que até segunda (11) chega para o consumidor final este aumento. Estão falando uma média de 2% de aumento”, disse o presidente.

Com o aumento, o valor da botija de 13 quilos na capital vai de R$ 75 para R$ 80, em média. Já no interior, pode chegar a R$ 85.

Segundo Feitoza, cerca de 60% do valor da botija de gás fica com a estatal. E, a menor fatia resta aos revendedores, que amargam lucros abaixo da média.

“O lucro do revendedor já esta defasado ha tempos. A Sefaz nos dá a margem de lucro de 30% e não ganhamos 12%. Compramos hoje a botija na faixa de R$ 68 das distribuidoras. Pra gente vender de R$ 75, fica difícil. Hoje a maioria das revendedoras de gás estão sucateadas. Os revendedores não conseguem ter lucro, não conseguem fazer o repasse ao consumidor final. Muitas empresas estão fechando”, denunciou.

De acordo com o presidente, a política nova da estatal é de reajustar o valor de 3 em 3 meses. “Dessa forma, a vida do revendedor fica difícil e a vida do consumidor final fica muito complicada”, disse.

O último aumento realizado pela Petrobras foi em novembro de 2018. Na ocasião,o preço do botijão de gás de 13 kg, vendido às distribuidoras, sofreu um aumentou de 8,5% . Na capital, o preço da botija alcançou entre R$ R$ 75 e R$ 78. No interior o valor da botija chegou a R$ 80.

Feitoza lembrou ainda que no período de um ano – de setembro de 2017 a setembro de 2018 – houve um total de 30% no reajuste imposto pela Petrobras para as distribuidoras.

Prefeitura de Manaus conclui distribuição da merenda escolar nas unidades da rede municipal de ensino

Prefeitura de Manaus conclui distribuição da merenda escolar nas unidades da rede municipal de ensino

O abastecimento de merenda escolar nas 496 unidades de ensino da rede municipal será concluído nesta terça-feira, 5/2, para o início do ano letivo 2019, na próxima quarta-feira, 6.  A logística de distribuição dos alimentos começou no último dia 14. Foram entregues aproximadamente 80 toneladas de alimentos por dia em 12 caminhões-baú, sendo cinco com congelados e sete com alimentos secos. São 70 itens que compõem o cardápio das instituições da rede, adquiridos dentro do Programa de Alimentação Escolar, com verbas federais e do tesouro municipal.

A distribuição da merenda escolar nas unidades da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizadas na zona Rural de Manaus, iniciou no dia 22/1 e terminou nesta segunda-feira, 4. Foram entregues aproximadamente 200 toneladas de gêneros alimentícios. Até esta segunda, foram atendidas 420 unidades de ensino, com abastecimento de itens como arroz, feijão, macarrão, proteínas, farinha de mandioca, aveia em flocos, biscoito salgado e doce, frutas, entre outros produtos.



O prefeito Arthur Virgílio Neto explicou que a orientação é que todas as escolas da rede estejam abastecidas para o início do ano letivo. “Nossa equipe da Semed sabe a importância desses alimentos estarem nas escolas já agora para que nossas crianças iniciem suas aulas sem qualquer necessidade, sem qualquer adversidade que as afaste das salas de aula. Queremos ver todas as crianças nas escolas e merenda escolar é fundamental”, destacou.

O subsecretário de Infraestrutura e Logística da Semed, coronel Darcelo Cavalcante, explicou que a preocupação não é apenas garantir a entrega dos gêneros alimentícios, mas também a qualidade desses alimentos para os alunos da rede.

“O trabalho da Semed começa bem antes do ano letivo e nunca para. Seguindo as orientações do prefeito Arthur Neto, ele pede atenção sobre a qualidade, que é feita com cálculos nutricionais, elaborados pelos nossos nutricionistas. É um trabalho gigantesco, mas que é feito com muito carinho, tendo em vista que as crianças precisam de uma alimentação de qualidade dentro de uma unidade educacional”, comentou.

“Há todo um planejamento que antecede essa distribuição. Organizamos todo o trabalho logístico, com a preparação do material dos gêneros alimentícios, para que não tenhamos descontinuidade no atendimento dos alunos”, acrescentou o diretor do Departamento de Suprimento e Logística da Semed, Leís Batista.

Agricultura Familiar

Atualmente, a Prefeitura de Manaus é a que mais investe, na região Norte, em aquisição de produtos oriundos da agricultura familiar, por meio da rede municipal de ensino. A secretaria utiliza 40% do recurso para aquisição dos produtos, quando a Lei nº 11.947/2009 (Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE), estipula que os municípios utilizem pelo menos 30% do recurso.

Na última chamada pública, realizada em julho de 2018 pela secretaria, foram aptas e contratadas 15 cooperativas e associações de produtores rurais do Amazonas, o que reflete em aproximadamente 1,5 mil famílias envolvidas na produção desses alimentos beneficiados. Durante o ano letivo, semanalmente, serão distribuídas em média 110 toneladas de produtos oriundos da agricultura familiar às 496 unidades de ensino, que atenderão mais de 240 mil alunos da rede municipal.

O nutricionista da Divisão de Alimentação Escolar (DAE) da Semed, Helder Maia, destacou que as cooperativas fornecerão 28 produtos que fazem parte da merenda escolar, entre hortifrútis, peixes e farináceos (mandioca e tapioca).

“Nós temos 15 cooperativas que fornecem 28 itens da agricultura familiar. A Prefeitura de Manaus é a que mais investe na região Norte. Isso mostra a valorização que o poder público dá aos agricultores familiares”, comentou.

Contribuição

Conforme a diretora Socorro Ferreira, do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Mary Assayag Hannan, no Parque São Pedro, Tarumã, zona Oeste, a merenda escolar vai atender as 455 crianças da escola, que muitas vezes não tem como se alimentar.

“Essa merenda escolar é muito importante, porque nossa comunidade está inserida em uma localidade de baixa renda, as nossas crianças muitas das vezes vem para escola sem tomar café. Às vezes, o único alimento é o que fornecemos, o que é gratificante poder contribuir”, finalizou.

Dirigentes da Campus Party Brasil cumprem agenda em Manaus

Palestra gratuita sobre inovação e novos empregos e reuniões com instituições de ensino e empreendedores estão na pauta

Palestra gratuita sobre inovação e novos empregos e reuniões com instituições de ensino e empreendedores estão na pauta

A Campus Party – considerada a maior experiência tecnológica do mundo – acontece há 12 anos no Brasil e se expande para os Estados a cada ano. Na Região Norte, Manaus pode ser a segunda capital a receber o evento. E para isto, dirigentes da CP cumprem agenda em Manaus, nesta terça e quarta-feira.

O presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia; o embaixador da Campus Party Brasil, Salustiano Fagundes, e a Guild Master da CP no Amazonas, Yara Laiz Souza, estarão reunindo-se com o prefeito de Manaus, Arthur Neto; reitor e pró-reitores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), dirigentes da CDL-Manaus e empreendedores digitais.



O objetivo é buscar apoio de representantes nas áreas de inovação, educação, empreendedorismo e tecnologia para a realização do evento na capital amazonense. “Porto Velho foi a primeira capital a receber o evento e Manaus está pronta para ser anfitriã. Estamos chamando a iniciativa de ‘CPAmazônia’ e captando apoiadores e futuros realizadores para trazer o evento para Manaus”, assinalou Yara Laiz Souza.

Na agenda desta terça-feira (5), estão marcadas reuniões o gestor municipal, a UEA, empreendedores e representantes de startups. Na quarta-feira, além de encontros com a Câmera de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), a equipe também falará com o secretário de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc-AM), Luiz Castro.

Inovação e novos empregos
Como vai ser o futuro da tecnologia? Quantos trabalhos existirão no futuro? Quais? Porque a aceleração da revolução digital derruba os paradigmas da revolução industrial? O que é inovação? A atual educação, serve? Estar fora do Big Data e do Blockchain é estar fora do mundo? No Brasil, a revolução digital já chegou, está chegando ou ainda vai chegar? Quais as vantagens do Brasil?

Esse serão alguns dos temas abordados na palestra “Fell The Future (Sinta o Futuro)”, que o presidente do Instituto Campus Party irá realizar no auditório da Samsung Ocean, a partir das 18h. o evento tem entrada franca e é preciso preciso se inscrever para confirmar a participação: http://bit.ly/PalestraCampusParty.

Para mais informações e marcação de entrevistas: Juçara Menezes (92) 99161-2774

Assaltantes invadem casa no interior do AM e furtam R$ 40 mil

Assaltantes invadem casa no interior do AM e furtam R$ 40 mil

Um homem ficou ferido após troca de tiros com a polícia militar no município de Tabatinga, a 1.106 quilômetros da capital. O tiroteio ocorreu na noite deste domingo (3), durante furto a uma residência. De acordo com a polícia, foram roubados R$ 40 mil.



O crime ocorreu na rua Pedro Teixeira, no bairro Dom Pedro. De acordo com informações repassadas pela polícia, cinco homens invadiram uma residência para furtar uma quantia em dinheiro que eles sabiam que o proprietário da casa guardava.

Os policiais foram acionados pela população e, no local, encontraram os suspeitos deixando a casa com o dinheiro.

Ao perceber a aproximação dos policiais, os suspeitos teriam disparado contra a viatura. A polícia revidou. Um suspeito ficou ferido com um disparo na coxa e no quadril. Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro da cidade e em seguida apresentado na delegacia, junto a outro suposto envolvido.

Outros três homens fugiram com a quantia em dinheiro e quatro aparelhos de celular.

Polícia investiga e tenta identificar autores de vídeo de suposto estupro coletivo em Manaus

Polícia investiga e tenta identificar autores de vídeo de suposto estupro coletivo em Manaus

A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), pediu o apoio da população para a conclusão do inquérito que apura o estupro coletivo de uma adolescente em Manaus. O vídeo do estupro coletivo foi divulgado nas redes sociais. A cena gerou revolta e diversas pessoas ficaram indignadas com a divulgação do material de estupro na internet. Muitas delas se mobilizaram para denunciar os suspeitos. De acordo com informações da Polícia Civil, até a tarde desta segunda-feira (04), a jovem ainda não foi identificada.



No vídeo, uma adolescente descordada aparece dentro de um veículo sendo abusada sexualmente por quatro homens. Um deles ainda chega a ironizar o crime.  O material foi encaminhado ao Ministério Público do Amazonas, porque, segundo denúncias, a vítima ainda está desaparecida e a promotoria trabalha junto à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) na elucidação do caso.

Quem tiver alguma informação que possa ajudar a localizar os homens que aparecem no vídeo ligar pro disque denúncia 181 ou para Depca através do telefone 3656-8575.  Sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Em menos de 48 horas ônibus é assaltado pela 2ª , e passageiro é esfaqueado

Em menos de 48 horas ônibus é assaltado pela 2ª , e passageiro é esfaqueado

Um ônibus da linha 448, que faz trajeto Cidade de Deus/Centro, foi assaltado na noite de segunda-feira (4), na avenida Max Teixeira, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Um passageiro foi esfaqueado durante o roubo. Essa foi a segunda vez, em menos de 48 horas, que o coletivo é alvo de criminosos na mesma região.



Segundo a Polícia Militar, as vítimas relataram que sete assaltantes embarcaram no Terminal 1 e anunciaram o assalto no momento em que o ônibus fazia itinerário pela avenida Max Teixeira, nas proximidades de uma área de mata. O motorista, o cobrador e passageiros ficaram em poder dos criminosos armados com facas e arma de fogo. O motorista chegou desviar a rota por ordem dos assaltantes.

Um dos passageiros reagiu e foi esfaqueado. Os assaltantes fugiram em seguida com pertences das vítimas. O passageiro ferido foi socorrido e levado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Corrêa, no bairro Cidade Nova. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Uma equipe da PM esteve no local, mas nenhum suspeito foi localizado. O mesmo motorista da linha 448 foi roubado na noite de domingo (3). O grupo criminoso ameaçou matar passageiros. Por volta das 20h desse domingo, três homens e uma mulher assaltaram o ônibus na avenida Torquato Tapajós.

Os assaltantes ordenaram que o motorista levasse o ônibus para a avenida Santos Dumont. Já na via de acesso ao Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes, os criminosos roubaram pertences dos passageiros e dos rodoviários que trabalham na linha.

Os dois casos foram registrados do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

TEXTO

%d blogueiros gostam disto: