Palestra na Manaus Previdência detalha direitos da pessoa idosa, previstos em lei

Palestra na Manaus Previdência detalha direitos da pessoa idosa, previstos em lei

Marco na consolidação dos direitos de cidadania da pessoa idosa, a Lei nº 10.741/2003, mais conhecida como Estatuto do Idoso, ainda não é totalmente conhecida pelo público a que se destina. Para ajudar na divulgação dos direitos básicos que constam do estatuto, a colaboradora da Manaus Previdência, Danielle Gomes, escolheu como tema de seu Projeto de Intervenção, que integra o seu cronograma de estágio da faculdade de Serviço Social.

Em forma de palestra, Danielle detalhou a lei aos segurados integrantes do programa Vitalidade, da previdência municipal, e também aos servidores do órgão, na manhã desta quinta-feira, 28, no auditório da instituição.

A coordenadora de Serviço Social e responsável pela supervisão de estágio da palestrante, Darla Gondim, assegurou que a escolha do tema é resultado da experiência da aluna durante o seu estágio na Manaus Previdência, quando percebeu que os idosos conheciam seus direitos na área previdenciária, entretanto, não dominavam o assunto em relação às outras políticas públicas, como saúde, assistência social e habitação. “Então, a aluna definiu que essa seria a sua contribuição à autarquia como parte da conclusão do estágio: esmiuçar melhor para o público da terceira idade sobre seus direitos, a fim de melhor usufruir do que a lei determina”.

Violência

A abordagem da palestrante também incluiu um dos maiores problemas sofridos pela população idosa: a violência, incluindo a doméstica. Segundo Danielle Gomes, conhecer os direitos individuais e coletivos é uma das mais importantes ferramentas para também evitar esse que é um dos maiores problemas vividos pela população idosa.

Provável tema do seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a estagiária de serviço social relata que fez questão de também fazer essa abordagem na palestra para mostrar aos segurados que eles têm amparo de leis que o protegem contra abusos. “Destaquei os caminhos para coibir qualquer prática que possa ferir seus direitos, como a Delegacia Especializada de Crime contra o Idoso”, disse.

Durante a explanação, os idosos participaram de dinâmicas para fixar as informações recebidas e também tiraram algumas dúvidas, além de ratificaram as reclamações contra o não cumprimento de alguns dos seus direitos. Entre as queixas, a dificuldade em conseguir vagas nos ônibus interestaduais. Entre os esclarecimentos, o desconto de 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer. “Alguns achavam que o acesso era gratuito”, comentou Danielle, que começou a estagiar na Manaus Previdência em dezembro de 2014 e conclui o curso de Serviço Social este ano. Após a palestra, os participantes responderam questionário avaliando a atividade.

Também participaram da ação a diretora de Previdência, Daniela Benayon, e a coordenadora do Psicossocial, Ellen Holanda, além de demais colaboradores da instituição.

Texto: Marcia Claudia Senna / Manaus Previdência
Fotos: Arnaldo Júnior / Manaus Previdência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *