Polícia Civil prende empresário com adolescente de 13 anos em motel no bairro Colônia Terra Nova

8 de agosto de 2018 10:290 comentários

Empresário Fabian Neves dos Santos, preso por estupro de vulnerável praticado contra uma adolescente de 13 anos.

A Polícia Civil do Amazonas, representada pela delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), falou na manhã desta quarta-feira (8/8), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da unidade policial, sobre a prisão, em flagrante, do empresário Fabian Neves dos Santos, 37, por estupro de vulnerável praticado contra uma adolescente de 13 anos. A tia da vítima, uma mulher de 28 anos, também foi presa por envolvimento na prática criminosa.

Conforme a delegada, os infratores foram presos na tarde de terça-feira (7/8), por volta das 14h30, em uma suíte de um motel localizado na avenida Elias Ramiro Bentes, bairro Colônia Terra Nova, zona norte da capital, durante ação deflagrada pelos policiais civis lotados na Depca. A vítima, que vinha se relacionando sexualmente com o empresário desde o início deste ano, foi resgatada no local.

Joyce Coelho explicou que a equipe de investigação da especializada estava em diligência em torno do caso há duas semanas e, na tarde de ontem, recebeu denúncia anônima, informando que o empresário, que atua no ramo de vigilância patrimonial privada, estaria em uma suíte do motel, acompanhado de uma menina que aparentava ser menor de idade.

“Dias antes, representantes do Conselho Tutelar, juntamente com os gestores da escola onde a vítima estuda, vieram até a Depca e relataram que a adolescente estava sofrendo abusos sexuais e era, frequentemente, agredida pelos tios, que tinham a guarda dela. A partir daí iniciamos as investigações em torno do caso. Na tarde de ontem recebemos a informação de que eles iriam se encontrar novamente. No lugar indicado encontramos Fabian e a adolescente com roupas íntimas, sendo observados pela tia da vítima”, relatou Coelho.

Esquema – A autoridade policial informou que no momento das prisões os policiais civis apreenderam cerca de R$ 10 mil em espécie dentro do veículo do empresário, modelo Hilux, de cor prata. A titular da Depca afirmou, ainda, que parte do dinheiro seria destinada ao pagamento do encontro com a adolescente. Joyce Coelho disse que a tia da vítima era quem negociava os clientes da sobrinha e será investigada por comandar uma rede de prostituição sexual infantil na capital.

“A garota estava sob a guarda do tio, esposo da mulher de 28 anos presa durante a ação. Essa tia negociava os encontros e obrigava a adolescente a praticar os atos sexuais. Pelo que as investigações indicam, ela começou a usar a garota para obter vantagem financeira neste ano. As investigações irão continuar, pois temos informações de que existem outras pessoas envolvidas nessa rede de exploração sexual. Todos serão devidamente responsabilizados pelo crime”, assegurou a titular da Depca.

Flagrante – Fabian foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Já a tia da vítima foi autuada em flagrante por favorecimento de prostituição ou exploração sexual. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul.

 

Deixe um comentário


TEXTO

%d blogueiros gostam disto: