Polícia Civil prende foragido da Justiça no bairro Gilberto Mestrinho

18 de dezembro de 2019 12:150 comentários

Policiais civis do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob coordenação do delegado Rafael Costa e Silva, titular da unidade policial, cumpriram na tarde de terça-feira (17/12), por volta das 16h, mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas em nome de um jovem de 19 anos de idade, que estava foragido da Justiça. A prisão ocorreu no bairro Gilberto Mestrinho, zona leste de Manaus. Ele foi localizado após denuncia por agressão e ameaça de morte da ex-companheira dele, uma jovem de 20 anos.

 

Segundo o delegado, a equipe de investigação do 4º DIP chegou até o infrator após a ex-companheira dele registrar um Boletim de Ocorrência (BO) na unidade policial, relatando que na madrugada do último domingo (15/12), por volta das 3h, ela estava em uma festa, no bairro Gilberto Mestrinho, quando o infrator chegou ao local e a agrediu fisicamente. Na ocasião, ele a jogou no chão e bateu a cabeça dela em uma sarjeta.

 

“Depois desse ato, o indivíduo chegou a ameaçar de morte a vítima, por meio de mensagens instantâneas de um aplicativo. Durante a denúncia, a jovem nos mostrou as conversas e solicitou medida protetiva. Em consulta aos registros da unidade policial constatamos que havia um mandado de prisão contra o infrator, por comercialização drogas na feira da Manaus Moderna. Ele estava considerado foragido da Justiça, pois tinha deixado de cumprir as condições da ação penal, bem como o uso da tornozeleira eletrônica”, relatou Costa e Silva.

 

Ainda segundo o titular do 4º DIP, com a informação de onde o jovem estava morando, a equipe policial se dirigiu até a residência dele, no Gilberto Mestrinho, e cumpriu o mandado. A ordem judicial em nome do indivíduo foi expedida no dia 12 de novembro de 2019, pelo juiz Julião Lemos Sobral Júnior, da 3ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

 

Procedimentos – O jovem, além de ser preso em cumprimento a mandado por tráfico de drogas, também, será indiciado por lesão corporal no âmbito da violência doméstica. Após os trâmites cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, situado no bairro São Francisco, zona sul da capital.

Deixe um comentário