Polícia prende homem que se passava por funcionário do TJAM e vendia RG falsas por R$ 50

29 de julho de 2020 08:080 comentários

Um homem de 58 anos foi preso suspeito de vender irregularmente Registro Geral (RG) e se passava por funcionário do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), segundo a Polícia Civil do Amazonas. A prisão dele foi divulgada na terça-feira (28).

A prisão ocorreu nas dependências da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira. Na ocasião, o homem estava acompanhado de uma jovem, que ele apresentou como sobrinha dele. Ele informou que levou a jovem até a delegacia para solicitar a emissão do documento dela. Porém, comercializava o RG pelo valor de R$ 50.




Segundo a polícia, as equipes desconfiaram do indivíduo pelo fato dos sobrenomes deles serem distintos, e que provavelmente o documento dele seria falso. Ao ser questionado pelos investigadores, o homem não soube se explicar.

“Ele ainda se apresentava como funcionário do TJAM, inclusive estava com uma carteira de trabalho do órgão. Durante contato com a assessoria de comunicação do TJAM, verificamos que ele nunca havia trabalhado lá”, disse a investigadora de polícia Akerna Chagas, por meio da assessoria.

Segundo o Tribunal de Justiça, o homem não é funcionário da Corte, conforme já informado às autoridades policiais.

O homem foi autuado em flagrante por estelionato. Ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia via videoconferência.

Um Inquérito Policial (IPL) foi instaurado pelo 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP) para apurar a participação de outras pessoas na ação criminosa, bem como investigar outras possíveis práticas delituosas efetuadas por ele em outros órgãos.

Deixe um comentário


× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: