Prefeito de Iranduba, nomeia a filha para as Finanças e desobedece a Lei

Prefeito de Iranduba, nomeia a filha para as Finanças e desobedece a Lei

O prefeito de Iranduba, Chico Doido (DEM), nomeou a própria filha, Ana Lúcia Viana da Silva, como secretária de Finanças, recebendo salário de R$ 7 mil mensais, alegando que a legislação o ampara, por garantir que somente pessoas de confiança sejam contratadas. “Eu só tenho uma pessoa de confiança. Se a justiça me provar o contrário, ela será retirada da vaga. Mas, eu preciso dela na secretaria”, explicou.

O prefeito ignorou a Lei número 133/2008, em vigência no município, que o proíbe a contratação de funcionário em cargo de confiança com qualquer tipo de parentesco. Veja:

Decretos Municipais

Folha 1

Folha 2

Caso seja notificado com a solicitação de exoneração da filha, Chico Doido garante que irá recorrer da decisão.

O prefeito comparou a situação à nomeação das primeiras-damas, que, geralmente, ficam responsáveis por pastas de assistência social. “Os prefeitos nomeiam as próprias mulheres para secretarias de ação social. Será que esta lei só existe porque o Chico Doido quer trabalhar?”, disse.

Em relação sobre a origem das denúncias, Chico alega que ex-servidores exonerados estão divulgando os fatos para inviabilizar o trabalho da prefeitura no município. Chico acrescentou, que, no momento, concentra-se em ajustar a dívida da cidade, que está próximo a R$ 70 milhões e responsabiliza as gestões do ex-prefeitos Xinaik Medeiros e Madalena de Jesus de não efetuarem os pagamentos de contas.

Além disso o prefeito também disse que não é mais casado com a secretária municipal de Assistência Social, Telma Muniz Viana e informa que sua outra filha, Fabiana Viana da Silva, que atua como diretora do Terminal Hidroviário de Iranduba, não está em um cargo de responsabilidade no município, mas sim de uma autarquia federal, pois trabalha no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, órgão do Ministério dos Transportes/ governo federal (Dnit).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *