Prefeito de Maraã Magno Moraes é preso em Tefé como suspeito da morte de Cícero Lopes

Prefeito de Maraã Magno Moraes é preso em Tefé como suspeito da morte de Cícero Lopes

O prefeito de Maraã, distante 635 Km de Manaus, Luiz Magno Praiano de Moraes (PMDB), foi preso na tarde desta quarta-feira (21) suspeito de ser o mandante do assassinado do seu antecessor, Cícero Colares (PROS), no dia 28 de fevereiro deste ano com tiros de espingarda.

Magno Moraes, foi preso por policiais do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado, no município de Tefé, durante um evento que acontecia em uma cooperativa.

O prefeito foi levado para uma aeronave que seguiu para Manaus, onde chegou no final da tarde e foi levado para o Instituto Medico Legal, na Cidade Nova, Zona Norte da capital onde passou por exame de corpo de delito e foi encaminhado para uma unidade prisional.

Na época do crime a Polícia Civil, teria apurado que um grupo de pessoas, moradoras do município, teria mandado matar  o prefeito Cícero Lopes por causa de uma dívida de R$ 40 mil que a Prefeitura de Maraã mantinha com o comerciante de Maraã, Aldemir e Lázaro, que também responde ao processo criminal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *