Prefeitura do AM destina quase meio milhão para a compra de ‘camisetas personalizadas’

Prefeitura do AM destina quase meio milhão para a compra de ‘camisetas personalizadas’

O prefeito de Benjamin Constant (a 1.119 quilômetros de Manaus), David Nunes Bemerguy, homologou o resultado de um pregão presencial, com ata de registro de preços, que prevê gastos de quase meio milhão de reais, com a aquisição de camisetas personalizadas com estampa (sublimação), para atender as necessidades das secretarias municipais da localidade. O prazo de vigência é de 12 meses.

O extrato da ata de registro de preços, uma modalidade de licitação para a contratação de bens e serviços, em que as empresas assumem o compromisso de fornecimento a preços e prazos registrados previamente, foi publicado no último dia 17, no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, assinado pelo prefeito da localidade, David Nunes Bemerguy, e pela secretária de Planejamento, Alice Josiane de Albuquerque Oliveira.



O documento não traz a quantidade de itens a serem adquiridos e nem se o produto será utilizado em alguma campanha no âmbito do Executivo. Informa apenas que o produto atenderá as demandas das secretarias municipais.

O pregão 055/2018 foi realizado no dia 10 de outubro e teve como vencedora a empresa Silvana Gomes de Souza – ME (Microempresa – cnpj 10.581.280/0001-22), com o valor total de R$ 492 mil.

O documento informa, ainda, que o “os preços registrados não sofrerão qualquer reajuste durante todo o tempo de sua vigência”.

E empresa escolhida tem como atividade principal, o comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática. Apesar disso, consta como atividade secundária, estamparia e texturização em fios.

O prefeito, que já foi vereador no município, foi multado, em 2012, por irregularidades em sua prestação de contas, enquanto presidente da Câmara Municipal, em 1999. Ele ingressou com recurso, mas o Tribunal de Contas do Estado (TCE) manteve a multa de R$ 32 mil, sob a justificativa de atrasos nos balancetes e a ausência de relatórios de viagens e despesas com passagens aéreas, à época. David Nunes Bemerguy não foi localizado para falar do assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *