Rogério Ceni elogia titulares do Flamengo e projeta bela final contra o Palmeiras

Rogério Ceni elogia titulares do Flamengo e projeta bela final contra o Palmeiras

O Flamengo volta a campo na próxima segunda-feira, diante do Madureira, pelo Campeonato Carioca. Mas o grupo já está com o Palmeiras na cabeça. Após elogiar a ótima estreia dos titulares na temporada, com 3 a 0 sobre o Bangu, o técnico Rogério Ceni comentou sobre a final da Supercopa do Brasil, diante dos paulistas, no dia 11. Projetou uma bela decisão e espera que sua equipe tenha uma boa noite como foi a desta quarta-feira.

Guardada as devidas proporções entre os rivais, o treinador espera que o rendimento do Flamengo na decisão marcada para o Mané Garrincha, em Brasília, seja semelhante à estreia dos titulares na temporada. O time foi muito bem diante do Bangu. Ganhou por 3 a 0 com enorme poderio ofensivo e até poderia ter feito muitos gols mais, o que deixou o técnico extremamente satisfeito e esperançoso para a decisão.




“Vamos tentar ser competitivo. O Palmeiras é um grande time, vem de grandes títulos na temporada, Libertadores, Copa do Brasil. Vamos nos preparando para encará-lo em bela final, pois o jogo do dia 11 é extremamente importante e vamos torcer para que a gente esteja numa noite boa como hoje”, afirmou o comandante flamenguista, que buscará sua segunda taça pelo clube carioca.

O descanso dado ao time pode ser um diferencial neste início de temporada, na visão de Ceni. “A atitude que tomamos, de deixar o time que teve mais minutagem com 17 dias de descanso, pode dar frutos na frente. A gente começa mais abaixo (ritmo de jogo), mas colhe frutos no centro do ano. A pré-temporada foi ótima, com intensidade alta. Foi boa a preparação”, observou.




“Pretendo fazer que a equipe seja cada vez mais competitiva. O time conseguiu 90% do tempo jogar bem, em cima do adversário. Enquanto a gente tiver condição de jogar, se recuperar e colocar o time mais próximo do ideal, faremos.”

Rogério Ceni mais uma vez apostou em William Arão na defesa, como nas rodadas finais do Brasileirão. Gostou e pode efetivar de vez o volante no setor. “Acho que a temporada passada sinalizou positivamente pra essa alteração do Arão na zaga. Ele vem rendendo. Na dupla que formou com o Gustavo (Henrique), em seis jogos, só perdemos um. A não ser em ocasiões extremas, mas caso contrário vejo ele com muito potencial para a zaga”, finalizou, já mostrando que a dupla será a utilizada na decisão diante do Palmeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *