Sejel realiza reunião para tratar da Conferência Extraordinária do Conselho Estadual de Juventude do Amazonas

29 de maio de 2019 20:560 comentários
A Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), por meio do Departamento de Juventude (Djuve), realizou, na tarde desta terça-feira (28/05), uma reunião com representantes de órgãos governamentais que fazem parte do Conselho Estadual de Juventude do Amazonas (Cejam), para tratar da Conferência Extraordinária, que será realizada no próximo dia 14 de junho, na Arena da Amazônia.


 
Com a participação de representantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e das Secretarias de Estado de Educação (Seduc), Saúde (Susam), Assistência Social (Seas), Cultura (SEC) e Segurança Pública (SSP-AM), a reunião elencou algumas propostas para serem executadas a partir do Conselho Estadual de Juventude (Cejam).
 
O Cejam, que foi criado pelo Decreto n° 28.425, de 17 de março de 2009, é um órgão colegiado, consultivo, normativo e deliberativo, integrante da Sejel, mas que estava desativado há cinco anos. De acordo com o secretário adjunto de Juventude, Adérito Penafort Júnior, a reativação do Conselho é algo muito significativa para a classe.
“Sabemos da importância do Cejam, e estamos fazendo de tudo para colocá-lo em plena atividade. Com a participação de todos esses órgãos poderemos somar, firmar parcerias e garantir ações mais efetivas. Uma das metas para 2019 é a composição do Conselho Estadual de Juventude, para fomentar os conselhos municipais do Estado, como uma forma de viabilizar políticas públicas voltadas para a juventude”, destacou Adérito, ao avaliar positivamente a reunião. “Foi um encontro bastante produtivo e já temos boas ideias para levarmos à conferência”, concluiu.
Integração – De acordo com o coordenador do Djuve, Valdo Costa, a conversa era necessária para que os órgãos que fazem parte do Cejam soubessem como anda a movimentação da reativação, bem como tratar da conferência. “Nós enviamos ofícios convidando todos que integram o conselho, pois com a desativação, eles faziam atividades unilaterais. A partir de agora, com a reunião deles, todas essas secretarias trabalharão unidas e poderão prestar mais serviços à juventude amazonense. Eles já sabem do nosso trabalho de reativação e vamos então para o próximo passo, que será na Arena da Amazônia”, explicou.
Representante da SSP-AM, a assistente social Shirlene de Oliveira Sousa destacou a importância da criação de conselhos municipais e estaduais de juventude. “Tivemos contato com várias escolas e há uma ausência total deste tipo de ação. Enquanto as pessoas passam e fingem que não veem, os jovens estão sendo conquistados pelas drogas, sofrem violência sexual, gravidez na adolescência e tantas outras mazelas, portanto, cabe à sociedade civil este olhar mais sensível para esta classe, que está abandonada”, destacou ela, ao parabenizar os trabalhos de reativação do Cejam.
“Há uma ociosidade no meio da juventude muito grande. É necessária a criação de projetos que permitam a participação dos jovens, e o Cejam poderá suprir essa necessidade. Acredito que a reativação do Conselho é de fundamental importância e parabenizo a todos por isso”, finalizou.

Deixe um comentário


TEXTO

%d blogueiros gostam disto: